O que vender no frio para comer? Veja 6 sugestões

Procurando o que vender no frio para comer? Confira 6 ideias, saiba qual o MEI para vender comida e como formalizar o negócio.
3 minutos de leitura
3 minutos de leitura
Sopa amarela em pote azul

Atenção empreendedores: o inverno se aproxima e com ele chegam as inúmeras opções do que vender no frio para comer

As baixas temperaturas favorecem os restaurantes, lanchonetes e vendedores ambulantes, já que o friozinho aumenta a busca por comidas e bebidas quentes e reconfortantes.

Venha com a gente e descubra quais os melhores pratos para vender nessa época do ano! 

O que vender no frio para comer?

Está sem inspiração para montar seu cardápio de inverno

Continue lendo e confira 6 sugestões imperdíveis do que vender no frio para comer.

1. Brownies

Macios e saborosos, os brownies estão entre os doces preferidos dos brasileiros.

Por conta de sua massa mais robusta, é uma excelente opção para os dias frios.

Lembre-se de variar os sabores, incluindo opções com nozes, castanhas e gotas de chocolate amargo.

2. Chocolate quente

Uma boa caneca de chocolate quente é a maneira clássica de se esquentar nos dias frios.

E o melhor é que a receita é simples e super econômica, já que poucos ingredientes são necessários.

Dica: invista em uma boa garrafa térmica para que o chocolate servido aos clientes não esfrie.

3. Amendoim caramelizado

Cones de amendoim caramelizado fazem sucesso em qualquer época do ano.

No entanto, essa é uma sobremesa que ganha uma procura ainda maior no meio do ano, principalmente na época de festas juninas.

Capriche na embalagem do cone e garanta que seus doces permaneçam crocantes por mais tempo, combinado?

4. Bolo de fubá

O início da colheita do milho-verde garante diversas receitas deliciosas nos dias frios.

É o caso, por exemplo, dos famosos bolos mineiros de fubá cremoso com queijo. 

Invista em receitas caprichadas e destaque-se de seus concorrentes!

5. Milho cozido

Outra forma de aproveitar a época de colheita é oferecer pratos de milho cozido cortado ou na espiga.

Assim como os demais pratos quentes, lembre-se de garantir que o milho seja servido bem aquecido.

E o melhor de tudo é que esse é um dos pratos mais fáceis e baratos de fazer.

6. Caldos

Por fim, os caldos e sopas quentinhos fazem muito sucesso nos dias frios. 

Mandioquinha, abóbora cabotiá, frango com legumes… são muitas as opções de sabores para você oferecer aos seus clientes. 

Dica: para aumentar sua margem de lucro, não se esqueça de fazer cotação em diversos fornecedores de ingredientes.

Para obter descontos, considere abrir um CNPJ para sua loja.

A seguir, explicamos qual atividade escolher se você optar pela abertura do MEI.

Qual o MEI para vender comida?

Se você planeja se tornar um microempreendedor individual (MEI), saiba que existem diversas atividades permitidas para essa categoria.

Seja a venda ambulante ou comercialização em trailers e barracas, o Simples Nacional permite que o MEI cadastre diversos tipos de CNAEs. 

Quem vende comida pode optar, por exemplo, pelas seguintes atividades:

  • 4729-6/99 — comércio varejista de produtos alimentícios em geral
  • 5612-1/00 — serviços ambulantes de alimentação
  • 5620-1/04 — fornecimento de alimentos preparados para consumo doméstico.

No seu cadastro do CNPJ, é possível definir uma atividade primária e até 15 secundárias.

Confira outros CNAEs permitidos para o MEI.

Como abrir um MEI?

A formalização do CNPJ é o primeiro passo para o crescimento de sua loja

Isso porque sua empresa passa a existir legalmente perante a Receita Federal, evitando possíveis questionamentos do governo em relação às quantias faturadas.

A seguir, explicamos como formalizar seu CNPJ do MEI e garantir os inúmeros benefícios dessa categoria empresarial.

Pelo Portal do Empreendedor

O primeiro jeito de abrir o CNPJ MEI é pelo Portal do Empreendedor.

  • Acesse o Portal do Empreendedor e selecione a opção “Quero ser MEI
  • Clique em “Formalizar”
  • Preencha seus dados pessoais, como CPF, endereço de residência e os números do recibo da DIRPF dos últimos dois anos, caso tenha feito a declaração
  • Inclua o nome fantasia (opcional) e os CNAE escolhidos 
  • Revise as informações
  • Finalize o cadastro para emitir automaticamente o CNPJ.

A melhor forma: abrir MEI com o app MEI Fácil por Neon

O terceiro jeito mais prático de abrir o MEI é contar com a ajuda do aplicativo gratuito MEI Fácil por Neon.

Em poucos minutos, você cria seu CNPJ usando o celular.

Veja que rápido:

  • Faça o download do aplicativo MEI Fácil por Neon
  • Faça o login com sua conta gov.br
  • Preencha seus dados pessoais
  • Informe os dados da empresa, atentando-se ao CNAE escolhido
  • Revise as informações na tela final e conclua a criação do CNPJ.

Viu que simples?

O aplicativo MEI Fácil por Neon oferece inúmeras outras funcionalidades que tornam sua rotina de microempreendedor muito mais organizada.

Por exemplo, você pode emitir seus boletos DAS MEI e preencher sua DASN Simei, além de emitir boletos de cobrança para seus clientes. 

Agora que você sabe o que vender no frio para comer, não perca mais tempo: abra seu CNPJ em poucos minutos com a MEI Fácil por Neon!

O propósito da Neon é criar caminhos por uma vida financeira melhor para todos os brasileiros. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 5

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Picture of Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.
Logo Neon Azul