Entenda o que é consumo consciente e veja exemplos de ações

Você é adepto do consumo consciente ou acha que pode melhorar? Entenda o conceito e veja exemplos de boas práticas para adotar hoje.
4 minutos de leitura
4 minutos de leitura
Mãos segurando papel ilustrando gota d'água

O que você sabe sobre consumo consciente? Será que você é um consumidor consciente? Ou, caso não seja, o que falta para isso? Esse é um tema de grande importância atualmente.

Vivemos em uma sociedade voltada para o consumo, na qual muitas vezes a preocupação com o desperdício ainda é pequena. Há, ainda, um fator cultural relevante.

Muitas vezes, colocamos o consumismo e o que aparentamos ter como sinônimo de sucesso. É assim no mundo da publicidade e nas redes sociais, por exemplo, onde o “ter” se coloca à frente do “ser”.

Tudo o que fazemos afeta o mundo. Por isso, num momento em que os recursos naturais vêm se esgotando, nossas ações devem ser revistas individualmente com seriedade para não sofrermos consequências negativas.

Entre a teoria e a prática, então, o que cabe a você para mudar essa realidade? O que podemos fazer de fato para estimular o consumo consciente?

É sobre isso que vamos falar a partir de agora.

Acompanhe até o final para ficar bem-informado.

O que é consumo consciente?

Consumir usando a consciência nada mais é do que prestar atenção no que você compra, avaliando a real necessidade daquela aquisição.

Em outras palavras, é ser razoável, se valer do bom senso ao comprar e buscar conhecimento sobre os efeitos causados ​​pelo item que você decide adquirir ou pelo recurso que escolhe usar.

Não desperdiçar água ou energia elétrica e não comprar um produto que não é realmente necessário são exemplos de consumo consciente.

Leia também: Como economizar energia? Confira 9 dicas eficientes

Mas não se trata apenas de escolher entre comprar ou não algo que se deseja. Significa também considerar os impactos ambientais e sociais da produção e venda de diferentes itens.

É, portanto, um conceito relacionado com a sustentabilidade, gerando uma reflexão sobre o nosso estilo de vida e sobre como ele influencia o planeta (para o bem ou para o mal).

Isso, por si só, já responde qual a importância do consumo consciente. Mas há outros pontos a observar, como comentamos a seguir.

Qual a importância do consumo consciente?

Por que é importante refletir e incentivar o consumo consciente? Porque faz bem para a sociedade e o meio ambiente é a resposta mais óbvia. Só que os impactos positivos vão além.

É curioso perceber, por exemplo, que a prática fortalece a economia. Mais especificamente, a economia circular. Ela está associada a modelos de negócio que privilegiam o melhor uso de recursos naturais, com menor dependência de matérias-primas retiradas da natureza.

Além disso, há prioridade para a utilização de materiais recicláveis, renováveis e mais duráveis no ciclo industrial. Coletivamente, a mudança comportamental possibilita que todos entendam como suas atitudes influenciam a vida das gerações atuais e futuras. Isso estimula a adoção de práticas mais conscientes.

Já do ponto de vista individual, ao praticar o consumo consciente, há ganhos como a possibilidade de exercer a cidadania e fazer a diferença na sociedade em que vive, tornando-se exemplo para outras pessoas.

Pense no sentimento gratificante de contribuir para transformar o mundo com atitudes tão simples.

Na prática, isso acontece a partir do encorajamento de ações como:

  • Reflexão sobre gastos necessários para sobreviver, evitando desperdícios;
  • Reaproveitamento de produtos e embalagens;
  • Separação dos resíduos que geramos;
  • Troca de ideias voltadas para a melhoria da qualidade de vida em sociedade.

Exemplos de consumo consciente

Ao falarmos em consumo consciente, naturalmente, alguns comportamentos já são conhecidos.

Entre eles, desligar as luzes ao sair de um cômodo e fechar a torneira enquanto lava a louça. Porém, sempre podemos fazer mais!

Que tal refletir sobre isso a partir dos exemplos abaixo?

Use racionalmente o crédito

Os limites do cartão de crédito e do cheque especial não existem para serem esbanjados, afinal, eles são ilusórios por não fazerem parte da sua renda.

Quando essas opções financeiras são utilizadas de forma irresponsável, quem consome se torna endividado.

Para evitar esse comportamento e não ter problemas financeiros, aprenda a viver apenas com o que recebe em forma de salário, pensão ou renda.

Reduzir, reutilizar e reciclar

Estas ações são amplamente utilizadas na administração pública brasileira, mas podemos aplicá-las também no nosso dia a dia como um compromisso com o planeta:

  • Sempre analise a possibilidade de reduzir o consumo ao cogitar novas compras;
  • Reutilize o produto antes de jogá-lo fora;
  • Recicle tudo o que tiver a possibilidade de ser reutilizado.

Valorizar as boas práticas das empresas

Grandes empresas publicam relatórios anuais de sustentabilidade, sinalizando quanto de recursos foram economizados e quais práticas foram aplicadas para reduzir os impactos ambiental e social.

Acompanhar tais informações serve de incentivo para que negócios menores se conscientizem e também busquem colocar em prática boas atitudes colaborativas.

Uma boa forma de começar é evitar fazer negócios com empresas que agem de forma agressiva contra a natureza, são tóxicas socialmente ou estão envolvidas em escândalos.

Como consumir de forma consciente?

Veja agora o que você pode fazer para melhorar seus hábitos de consumo e colaborar com essa causa:

  • Planeje bem quanto vai gastar: filtre suas compras e evite gastos excessivos. Antes de ir ao shopping ou supermercado, faça uma lista e resista à tentação de comprar mantimentos extras ou adquirir itens que não estão te fazendo falta;
  • Reutilize sempre que possível: seja criativo! É possível reaproveitar garrafas de vidro fazendo vasos, guardar papel de embrulho, transformar latas em estojos e fazer de muitos outros produtos objetos sensacionais que valem a pena guardar antes de jogar fora;
  • Vigie seus hábitos: evite deixar a luz acesa, caminhe em vez de usar o carro para viagens curtas e utilize sacolas retornáveis.

Lembre-se de que as menores mudanças podem ter grandes impactos na economia dos recursos naturais. Se todos participarem, podemos mudar este mundo para melhor!

O propósito da Neon é diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.6 / 5. Número de votos: 16

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO
Minutos
Segundos