O que afeta o preço da gasolina? Dá para economizar?

O preço da gasolina é um fator que pode pesar bastante no orçamento familiar. Entenda o que define a variação e veja dicas para economizar.
3 minutos de leitura
3 minutos de leitura
Mão segurando bomba de gasolina azul em frente a fundo amarelo

Se você tem um veículo próprio, o preço da gasolina é um fator essencial para considerar no seu orçamento.

Para começar, é preciso entender que o valor que chega às bombas dos postos depende de vários fatores, como impostos e custos de distribuição.

Neste artigo, você vai entender como o preço da gasolina é calculado, conhecer a média brasileira e aprender como economizar combustível.

Vamos lá?

Qual o preço da gasolina hoje no Brasil?

O preço médio da gasolina hoje no Brasil é R$ 5,53, de acordo com o monitor da Petrobras (consulta de agosto de 2023).

Esse valor é calculado a partir de dados coletados pela ANP e CEPEA/USP, baseados nos preços médios cobrados pela Petrobras e aplicados ao consumidor final nos 26 estados e no Distrito Federal, considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro.

No entanto, o preço da gasolina varia de acordo com o estado.

No mesmo período consultado, o valor médio em São Paulo é de R$ 5,30, enquanto o do Rio Grande do Sul é de R$ 5,55 e o do Pará, R$ 5,60.

Essa variação acontece porque o preço é calculado a partir de vários fatores, considerando impostos estaduais e federais, custo do etanol anidro, distribuição, etc.

Precisando economizar combustível? Veja 10 dicas.

Como é composto o preço da gasolina?

O preço da gasolina é formado por quatro principais custos:

  • O custo de extração e produção da Petrobras;
  • Os impostos federais (CIDE, PIS e Cofins) e estaduais (ICMS);
  • O custo de distribuição e revenda;
  • O custo da adição de biocombustíveis (a gasolina comum tem 27,5% de etanol anidro e a premium, 25%, enquanto o diesel tem 10% de biodiesel).

O processo funciona da seguinte forma:

  • A Petrobras extrai e produz o combustível, cobrando uma parte do valor por litro;
  • Depois de passar pela refinaria, a gasolina é vendida aos distribuidores, quando é realizada a cobrança de impostos (CIDE, PIS, Cofins e ICMS);
  • Então, os distribuidores devem adicionar etanol à gasolina, adicionando o custo desse recurso que tem os valores definidos livremente no mercado;
  • Com a mistura feita, os distribuidores vendem a gasolina para os postos de combustível, adicionando sua margem de lucro.

Considerando o preço médio da gasolina de R$ 5,30 no Estado de São Paulo, o valor é distribuído da seguinte forma:

  • R$ 1,84 (34,7%) para a Petrobras;
  • R$ 0,69 (13%) para impostos federais;
  • R$ 1,22 (23%) para o imposto estadual;
  • R$ 0,67 (12,6%) para o etanol;
  • R$ 0,89 (16,7%) para distribuição e revenda.

O que causa redução no preço da gasolina?

A redução ou aumento no preço da gasolina é causada, principalmente, por mudanças na conjuntura do mercado internacional e nas taxas de câmbio.

No Brasil, a Petrobras faz ajustes no valor do combustível para manter a competitividade nos preços da empresa, de modo a superar alternativas de suprimento dos seus clientes e preservar a participação de mercado da estatal.

Por exemplo, quando o preço do barril de petróleo cai no mercado global, a Petrobras pode aliviar os valores cobrados nacionalmente sem perder de vista a referência mundial.

Outro fator que pode reduzir o preço da gasolina é a mudança na cobrança de impostos sobre o combustível, de acordo com a política fiscal do país.

Além disso, as quedas de preço também têm como objetivo otimizar os ativos de refino em equilíbrio com os valores praticados no mercado nacional e internacional.

5 dicas para economizar gasolina

Agora que você sabe como o preço da gasolina é calculado, vamos conferir algumas dicas para economizar combustível.

1. Faça manutenção preventiva

Um veículo em mau estado pode consumir até 50% mais gasolina do que um carro com a manutenção preventiva em dia.

Por isso, faça as revisões periódicas, troque o óleo dentro do prazo recomendado, calibre os pneus, verifique os freios e siga as instruções de manutenção do fabricante.

2. Mantenha uma velocidade contínua

Acelerar ou frear bruscamente o veículo são práticas que aumentam o consumo de combustível.

Então, procure dirigir com suavidade e manter uma velocidade constante (se tiver piloto automático, fica ainda mais fácil).

3. Prefira rotas com menos trânsito

Quanto menos trânsito você pegar, menos combustível vai gastar.

Então, na hora de calcular as rotas, prefira caminhos com menos semáforos e congestionamentos.

Às vezes, é possível até mesmo consumir menos combustível em um caminho mais longo, desde que seja mais livre.

4. Fique atento ao peso do veículo

Qualquer peso extra que o veículo carrega afeta o consumo de combustível.

Logo, se a ideia é economizar, deixe o carro o mais leve possível.

5. Use menos ar-condicionado

Abrir os vidros do carro pode ser uma boa alternativa para evitar o ar-condicionado e economizar combustível.

Sempre que possível, aproveite o clima menos quente e alivie seu bolso.

Entendeu o que afeta o preço da gasolina e como economizar? Aproveite e veja também quanto custa manter um carro por mês ou ano no Brasil.

O propósito da Neon é criar caminhos por uma vida financeira melhor para todos os brasileiros. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 8

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Picture of Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO