Como cancelar um Pix? Descubra se é possível

Será que tem como cancelar um Pix? Entenda como funciona o estorno do valor e quais medidas você deve adotar em casos como esse.
4 minutos de leitura
4 minutos de leitura
Exclamação amarela sobre fundo azul

Será que tem como cancelar um Pix? Essa é a primeira dúvida que vem à mente de quem faz uma transferência errada por esse sistema.

Quando o erro acontece, a preocupação é como o Pix: instantânea. Mas, afinal, é possível resolver esse problema? Ou será que você perdeu seu dinheiro?

Neste texto, vamos explicar tudo, mas não se preocupe: sempre existem medidas que você pode adotar para não ficar no prejuízo.

Acompanhe até o final para saber o que fazer.

Tem como cancelar um Pix?

A resposta objetiva não é boa: infelizmente, não tem como cancelar um Pix enviado.

Isso acontece porque o Pix é uma operação em tempo real. Como o próprio nome entrega, é um sistema de pagamento instantâneo.

Assim, em poucos segundos, o dinheiro sai da conta do pagador e vai para a conta do recebedor. Segundo o Banco Central, a única maneira de cancelar a transferência é antes da confirmação do pagamento.

Ou seja, ao inserir a chave para a qual vai transferir e conferir os dados, tem como cancelar um Pix antes de informar sua senha eletrônica que confirma a operação.

Por isso, é imprescindível revisar os dados com calma antes de finalizar a transferência, verificando se o valor e o destinatário estão corretos.

Banner Com Cta Para Pix Neon

Como cancelar um Pix agendado?

Sim, tem como cancelar um Pix agendado! Ao contrário de um Pix já enviado, a solução está na palma da sua mão.

Normalmente, esse procedimento pode ser realizado no aplicativo do seu banco. Então, acesse o app, busque na área Pix por agendamentos, selecione aquele que quer cancelar e pronto!

Mas atenção: é preciso cancelar um dia antes da data de agendamento.

Como estornar um Pix?

Já que não tem como cancelar um Pix enviado, será que dá para solicitar o estorno, que é a devolução do dinheiro enviado? Depende, essencialmente, da boa fé do destinatário. Afinal, em caso de envio de Pix para pessoa errada, a sugestão do Banco Central é negociar o estorno com o recebedor.

Para facilitar, é possível entrar em contato com a instituição financeira para a qual foi enviado o Pix e tentar algum tipo de intermediação, explicando o ocorrido e em posse dos dados da transferência.

De qualquer forma, é importante você saber que, segundo o artigo 169 do Código Penal, a pessoa que recebeu o dinheiro de forma errada não pode ficar com ele. Caso você peça o estorno e o recebedor se negue a devolver o dinheiro, você pode fazer um Boletim de Ocorrência (BO) e entrar com uma ação civil.

Além disso, em casos especiais, como possíveis fraudes, falhas operacionais e o golpe do Pix é possível acionar o Mecanismo Especial de Devolução (MED). Nessas situações, o banco em que o Pix foi realizado entra com o pedido de estorno para a instituição que recebeu a transação.

Então, uma análise de segurança é feita e, dentro de um prazo pré-determinado (normalmente até 7 dias úteis), o resultado é divulgado. Caso seja identificado qualquer problema, a devolução tende a ocorrer normalmente.

Outra situação em que o estorno costuma ser facilitado é no caso de compras feitas via Pix. Vamos supor que você tenha pago um produto pelo Pix e tenha se arrependido da compra (dentro do prazo de 7 dias previstos pelo Código de Defesa do Consumidor).

Nesse cenário, você tem o direito de receber o reembolso integral do valor, ainda que a devolução não tenha que ser, necessariamente, também através do Pix.

4 dicas de segurança para usar o Pix

Recentemente, o Banco Central anunciou novas medidas de segurança do Pix, entre elas estabelecimento de limite para operações à noite, o bloqueio cautelar e o já citado MED.

Além disso, existem camadas extras de proteção para o Pix, como dados criptografados, motores antifraude e autenticação.

Ainda assim, cuidado nunca é demais.

Confira estas 4 dicas de segurança para fazer um Pix:

1. Revise a operação antes de finalizar

Você viu que não tem como cancelar um Pix depois de enviado.

Então, não dê chance ao azar: revise bem os dados e o valor a ser transferido antes de confirmar a transação.

2. Tenha cautela ao informar a chave Pix

É importante revisar também cada caractere digitado na hora de informar as chaves Pix.

Uma letra ou número errado já é suficiente para ocorrer um problema na transferência.

3. Confira os dados com o recebedor

Para evitar qualquer engano, não tenha vergonha de perguntar duas vezes ou mais para quem vai receber dinheiro se os dados estão corretos.

Inclusive, vale questionar se o nome do recebedor que aparece no app é mesmo da pessoa para quem deseja enviar o dinheiro.

4. Escolha a chave Pix ideal para cada situação

Muita gente se pergunta qual é a melhor chave para o Pix, mas a verdade é que a escolha depende de cada situação e usuário.

O CPF tende a ser mais seguro, pois é impossível alguém cadastrar o seu documento em outra conta bancária, mas muita gente não gosta de expor o seu número. Para esses casos, uma chave aleatória pode funcionar bem.

O mais importante é sempre checar os dados da transferência, como vimos ao longo do texto.

O propósito da Neon é criar caminhos por uma vida financeira melhor para todos os brasileiros. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 19

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Picture of Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO