Países que não precisam de visto: 10 dicas para visitar em 2024

Procurando por países que não precisam de visto para brasileiros? Veja 10 destinos interessantes para suas férias e como economizar.
4 minutos de leitura
4 minutos de leitura
Miniatura de avião e fone de ouvido brancos em cima de fundo azul claro

Na hora de programar uma viagem, optar por países que não precisam de visto pode ser uma estratégia interessante para reduzir custos e escapar de burocracias.

Afinal, para emitir um visto é preciso pagar taxas, providenciar documentação, em alguns casos até se deslocar para outras cidades para realizar o processo e, infelizmente, sempre há a chance de não ter seu pedido aprovado.

Graças a acordos bilaterais de isenção de visto e políticas de reciprocidade estabelecidos entre o Brasil e outros países ao redor do mundo, temos a nossa entrada simplificada em muitos destinos por todos os continentes.

Neste texto, vamos apresentar 10 países que não precisam de visto para você planejar uma viagem com mais flexibilidade, descobrir novas culturas, ver paisagens deslumbrantes e mergulhar em experiências únicas.

Acompanhe até o final!

Quais países não precisam de visto para viajar?

São 170 países que não precisam de visto de brasileiros para estadias de curta duração, sendo que para visitar os países membros do Mercosul apenas o RG é necessário.

Já em outros é preciso apresentar passaporte e para alguns há exigência de uma Autorização Eletrônica de Viagem (ETA), que é bem mais simples e rápida do que um visto.

A seguir, conheça 10 países que não precisam de visto para você visitar.

Argentina

Por ser um país do Mercosul, é possível entrar na Argentina sem qualquer tipo de visto e até mesmo sem passaporte, sendo necessário apenas seu documento de identificação com foto atual (RG).

Além do tango, da boa gastronomia e dos atrativos da capital Buenos Aires e sua  arquitetura europeia, o país conta com regiões de vinícolas, paisagens cênicas da Patagônia, com uma das maiores geleiras do mundo, e de parte do deserto do Atacama.

Por lá você também encontra estações de esqui, vida selvagem, formações rochosas impressionantes e vilarejos pitorescos.

Uruguai

Assim como os demais países da América do Sul, também não é necessário visto ou passaporte para entrar no Uruguai.

Praias deslumbrantes, vida noturna, cassinos, vinícolas, vila de pescadores, parque nacional, estâncias termais e gastronomia farta são alguns dos atrativos do país.

Na capital, Montevidéu, você encontra uma atmosfera descontraída, uma extensa avenida cheia de atrações à beira-mar e uma mistura de arquitetura colonial e moderna.

Chile

Da mesma forma, não é preciso ter um visto para entrar no Chile, que tem em Santiago uma capital vibrante, rica em cultura, história e arquitetura.

Além da beleza selvagem de parte da Patagônia, do deserto do Atacama e dos Lagos Andinos, o país é um destino diversificado, com vinícolas renomadas, cidades modernas, arte urbana colorida, charme boêmio e vistas deslumbrantes dos vulcões.

Costa Rica e Bahamas

Na América Central, Costa Rica e Bahamas estão entre os países que não precisam de visto para brasileiros em viagens de menos de 90 dias.

Com mais de 1,2 mil km de praia e dois litorais, um no Pacífico e outro no mar do Caribe, a Costa Rica encanta os visitantes com pôr do sol cenográfico, vulcões, uma incrível diversidade de flora e fauna, ecoturismo e esportes ao ar livre.

Já as Bahamas são formadas por mais de 700 ilhas no Atlântico, com praias de areia branca, águas cristalinas, atmosfera descontraída, história, cultura e atividades emocionantes.

Japão

Desde setembro de 2023, o Japão está entre os países que não precisam de visto para brasileiros que pretendem visitar o país por até 90 dias.

Por lá você vai ver muitos templos, santuários, jardins zen e tradições antigas, bem como metrópoles dinâmicas e modernas, repletas de arranha-céus e bairros vibrantes, além de castelos, do Monte Fuji e do espetáculo das cerejeiras.

África do Sul

A África do Sul também não requer visto para brasileiros para estadias de menos de 90 dias, apenas passaporte.

Suas atrações incluem a Cidade do Cabo, suas vistas deslumbrantes e vinícolas, o Parque Nacional Kruger, para safáris, e a Rota Jardim, com paisagens cênicas.

Turquia

No Oriente Médio, a Turquia é mais um dos países que não precisam de visto para brasileiros.

Por lá, você encontra uma mescla de cultura oriental e ocidental em Istambul, ruínas da antiga cidade de Éfeso, com o Templo de Ártemis, uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, e a Biblioteca de Celso, além dos balões de ar quente na  Capadócia.

Nova Zelândia

A Nova Zelândia, na Oceania, não exige visto de brasileiros em visitas de até 90 dias, mas requer uma autorização eletrônica de viagem.

Esse país de beleza natural deslumbrante já foi cenário de filmes como “O Senhor dos Anéis” e “O Hobbit” e encanta turistas com vulcões, as cordilheiras dos Alpes do Sul, os fiordes do parque nacional e as praias da Ilha Norte.

França

A França, assim como muitos outros países da Europa que integram o Espaço Schengen, não exige visto de brasileiros em viagens de até 90 dias.

De norte a sul, este país tem muito a oferecer, desde belíssimas praias de mar azul a cidades medievais, o charme da Provença, os castelos do Vale do Loire, os encantos da Normandia com o Monte Saint Michel, os jardins de Monet e a efervescente Paris.

Posso morar nesses países que não precisam de visto?

Embora muitos países não exijam vistos de brasileiros que os visitam a turismo e outras atividades de curta estadia, se você deseja imigrar, estudar, trabalhar e morar e deles, vai precisar de um visto adequado para seus objetivos.

Isso vale até mesmo para os países da América do Sul, que requerem ao menos uma autorização de residência temporária ou mesmo permanente.

Alguns países que facilitam a obtenção de autorização de residência são:

  • Argentina
  • Chile
  • Uruguai
  • Peru
  • Equador
  • Colômbia
  • Bolívia
  • Alemanha
  • Itália
  • França.
  • Portugal.

Esses são apenas alguns exemplos de países com regras mais flexíveis para residência de brasileiros, sendo que cada um possui seus próprios requisitos e processos.

10 dicas para organizar a sua próxima viagem

Agora que você já conhece vários países que não precisam de visto, é hora de organizar sua próxima viagem.

Existem algumas medidas que você pode adotar para economizar e viajar com pouco dinheiro, como:

E para guardar seu dinheiro de forma segura garantindo bons rendimentos e liquidez diária, conte com o CDB Neon!

O propósito da Neon é criar caminhos por uma vida financeira melhor para todos os brasileiros. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Picture of Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO