Seguro viagem internacional: como funciona e como escolher?

Vai pegar um avião para o exterior? Então você precisa saber o que é e como funciona um seguro viagem internacional. Saiba escolher o melhor!
7 minutos de leitura
7 minutos de leitura
Aviões azuis alinhados e um avião amarelo indo para a direita

O planejamento das suas férias está finalizado e falta apenas escolher o seguro viagem internacional?

Então falta uma grande parte!

Muitas vezes, achamos que é algo desnecessário porque raramente usamos (ainda bem), mas o seguro viagem é extremamente importante.

Além de ser obrigatório em alguns países, evita enormes dores de cabeça com malas extraviadas, acidentes, voos atrasados e outros problemas que você nem deseja saber que existem.

Para não correr o risco de acabar com as férias, continue a leitura para saber como funciona o seguro viagem internacional e como escolher o melhor!

O que é seguro viagem internacional?

O seguro viagem internacional é uma proteção para o bolso do viajante, que será indenizado caso tenha despesas com imprevistos médicos e outras ocorrências durante o seu período em outros países.

Essa apólice garante assistência em casos de problemas de saúde e no voo, como perda ou danos na bagagem despachada, e até se houver falecimento de parentes durante o período no exterior.

Em alguns lugares, é obrigatório que todos os viajantes estrangeiros façam um seguro viagem, como na maioria dos países europeus.

Em outros, não é exigido, porém recomendado, já que imprevistos acontecem em qualquer momento da vida e é sempre bom ter um amparo nessas horas.

Sabe aquele ditado que diz que “é melhor prevenir do que remediar”?

Não adianta planejar uma viagem econômica e depois ter um gasto muito maior se precisar de alguma emergência médica, por exemplo.

É para resguardar você e seu orçamento em situações assim fora do Brasil que existe o produto seguro viagem internacional.

Leia sobre os tipos de seguro e descubra qual solução você precisa agora.

Como funciona um seguro viagem internacional?

Um seguro viagem internacional funciona de forma parecida a outros produtos financeiros desse formato — ou seja, você contrata por um determinado valor e, a partir da assinatura do contrato, a seguradora se compromete a oferecer assistência conforme previsto na apólice.

Geralmente, há opções de contatos com atendimento 24 horas e em português e as coberturas básicas incluem:

  • Cobertura médica, odontológica e hospitalar, inclusive para cirurgias e internações (para casos de Covid-19 pode ser opcional, dependendo da seguradora)
  • Traslado médico se houver necessidade de transporte para ou transferência de hospital
  • Regresso sanitário do viajante doente ou acidentado ao Brasil
  • Traslado do corpo em caso de falecimento
  • Indenização por morte por causas naturais ou acidental durante a viagem
  • Indenização por invalidez por acidente durante a viagem.

Há ainda a possibilidade de incluir outras situações de cobertura no seu seguro viagem internacional, por um preço extra, como:

  • Assistência em perda de documentos ou cartão de crédito
  • Assistência e indenização em caso de perda e extravio da bagagem
  • Indenização se houver cancelamento ou atraso do voo
  • Ressarcimento de despesas não reembolsáveis (hotéis sem cancelamento, passeios e serviços de viagem já pagos), caso o contratante seja impedido de viajar, como em casos de internação até 48h antes da viagem ou falecimento de um familiar
  • Despesas de funeral em caso de morte do segurado durante a viagem
  • Reembolso em caso de interrupção de viagem e regresso antecipado.

Até mesmo se algum familiar seu precisar sair do Brasil para ir encontrar você no país onde tenha sofrido algum acidente ou esteja hospitalizado, haverá pagamento dessas despesas de acompanhante se o seguro for contratado com esse serviço.

Independentemente da cobertura do seu seguro viagem internacional, se houver necessidade de acioná-lo, a seguradora dará as orientações para cada cenário diferente.

O mais comum é que você pague todas as despesas e depois receba o reembolso, mas também há a possibilidade de tudo ser resolvido diretamente com a seguradora.

O seguro viagem internacional é obrigatório?

Para países do Espaço Schengen (área de 27 países europeus com livre circulação e que não exige visto de visitantes do Brasil), o seguro é obrigatório, exigido pela imigração e deve ter cobertura mínima de 30 mil euros.

Portanto, não existe a possibilidade de viajar sem contratá-lo.

Para outros destinos, é sempre bom lembrar que imprevistos acontecem até com os mais cuidadosos — qualquer pessoa está vulnerável a situações inesperadas.

Além de casos como problemas de atraso no voo, perda de bagagem e documentos, podem ocorrer acidentes graves e que exijam urgência.

Se estiver nos EUA, que não exige o seguro viagem, saiba que não há atendimento público e é um dos países com o serviço de saúde mais caro do mundo.

Imagine viajar à Disney e enfrentar esse tipo de pesadelo?

Já em outros países, o serviço público de saúde pode existir, mas o acesso pode ser limitado e muito difícil.

Se tiver um imprevisto em um intercâmbio, por exemplo, você precisará pagar os custos do atendimento particular, que podem ser muito altos.

Muito melhor ter um seguro para auxiliar nessas horas, não é mesmo?

Aproveite e entenda tudo sobre o seguro de bens pessoais e seu funcionamento.

Como escolher o melhor seguro viagem internacional?

Na dúvida sobre qual o melhor seguro viagem internacional?

Comece por estas dicas:

1. Considere o seu perfil

Faça uma descrição sua e de pessoas que vão estar com você na viagem.

Como existem muitas possibilidades de contratos, é importante pensar nas suas necessidades.

Veja algumas questões a responder nessa hora:

  • Você está sozinho ou com outras pessoas?
  • Qual é a idade de todos? Estão com crianças e idosos?
  • Há alguma grávida?
  • Tem alguma doença preexistente?
  • Na bagagem, há artigos de valor financeiro e/ou sentimental?
  • Quanto tempo de viagem?
  • Qual é a frequência de viagem por ano?

2. Defina o tipo de viagem

As preocupações com intercorrências em alguns casos podem ser maiores, e isso interfere no tipo de contrato.

Uma viagem para relaxar em família é diferente de uma aventura com os amigos.

Isso também vale nos casos de viagens mais longas, como um mochilão pela América do Sul, por exemplo.

3. Pesquise as exigências do seu destino

Como já foi dito, há alguns países que exigem o seguro viagem internacional e com uma cobertura mínima.

Verifique se o seu destino é um desses e respeite essa determinação.

Do contrário, você corre o risco de ser barrado na imigração e ter que retornar para o Brasil sem sequer sair do aeroporto.

4. Analise as coberturas oferecidas

Existem coberturas em abundância, então, preste atenção a tudo que é oferecido para escolher a melhor opção.

Vem daí a importância de traçar o tipo de viagem, suas condições e as suas questões particulares.

5. Escolha pelo melhor custo-benefício

Fique ciente de que, quanto maior for a cobertura, mais caro será o seguro.

Procure as melhores condições de pagamento, pesquise cupons e promoções de seguradoras e escolha a cobertura que melhor se encaixa com as suas necessidades.

E lembre-se: nem sempre o mais caro é o melhor.

6. Competência da seguradora

Por fim, pesquise bastante sobre a seguradora. Se você não tem indicações, verifique a reputação da empresa nos sites de avaliações de clientes.

Não adianta pagar por um produto se não há garantia de assistência.

Como fazer um seguro viagem internacional?

Contratar um seguro viagem internacional é simples e pode ser feito de casa, pela internet.

Comece pesquisando e comparando coberturas e preços oferecidos por diferentes corretoras, agências e sites de viagem, companhias aéreas ou até mesmo seu banco e sua operadora de cartão de crédito.

Após escolher o plano que melhor atender às suas necessidades e o seu tipo de viagem (destino, duração, atividades planejadas, idade do viajante), forneça as informações solicitadas pela empresa escolhida.

Então, revise a apólice, leia atentamente todos os detalhes, incluindo as coberturas, os limites, as exclusões e os procedimentos de reembolso — certifique-se de que atenda às suas necessidades e expectativas.

Certifique-se de entender completamente os termos e condições do seu seguro viagem internacional antes de fechar.

Faça o pagamento do seguro de acordo com as instruções da seguradora escolhida, geralmente pode parcelado no cartão de crédito.

Após a confirmação do pagamento, você receberá a apólice do seguro por e-mail, guarde uma cópia impressa ou digital junto a outros documentos de viagem importantes.

É importante que você tenha a apólice à mão, especialmente para mostrar na imigração caso seja solicitado.

Anote os números de telefone de emergência fornecidos pela seguradora, para que você possa entrar em contato em caso de necessidade durante a viagem.

Mantenha todos os documentos relacionados em um local seguro durante toda a sua viagem.

Quanto custa o seguro viagem internacional?

O valor de um seguro viagem internacional vai depender muito do tipo de cobertura contratada, se básica ou com opcionais, quanto tempo ficará no exterior, sua idade, seu histórico médico, tipo de viagem e o destino para onde irá.

Os planos mais simples, com as coberturas médicos e odontológicas obrigatórias, e incluindo atraso ou extravio de bagagem, podem variar de R$ 130 a R$ 270.

Já os planos mais completos, com valores maiores para cada cobertura, ficam entre R$ 330 e R$ 570.

Essas são apenas estimativas, já que os valores mudam de acordo com os itens descritos acima e a seguradora contratada.

É importante lembrar que o preço das apólices são calculados com base no dólar, portanto, os valores mudam diariamente.

Como acionar o seguro viagem internacional?

Se você tiver algum imprevisto durante suas férias no exterior e precisar acionar seu seguro viagem internacional, entre em contato com a seguradora imediatamente.

Você pode encontrar os números de contato de emergência na apólice ou no site da seguradora — por isso é importante ter uma cópia do seguro junto ao passaporte e outros documentos de viagem.

Ao entrar ser atendido, forneça todas as informações relevantes sobre a situação, seu nome, CPF, número da apólice, detalhes da localização e natureza da emergência ou problema médico.

A seguradora orientará você sobre os próximos passos a serem seguidos, onde procurar assistência médica ou como proceder em caso de bagagem perdida, roubada ou cancelamento de viagem.

Mantenha registros detalhados de todas as comunicações com a seguradora, incluindo datas, horários, nomes das pessoas com quem você falou e um resumo do que foi discutido.

Isso pode ser útil se houver qualquer disputa ou necessidade de revisão posterior.

Se você tiver despesas que serão reembolsadas pelo seguro, siga os procedimentos especificados pela seguradora para solicitar o reembolso, incluindo a apresentação de recibos, relatórios médicos ou outros documentos relevantes.

Cada empresa pode ter procedimentos ligeiramente diferentes, por isso é fundamental seguir as instruções específicas fornecidas pela sua seguradora.

Vai viajar? Experimente o cartão de débito internacional da Neon

Além de um seguro viagem internacional, ter um cartão de débito e crédito internacional também é importante.

Afinal, mesmo que você leve uma quantia em espécie para cobrir o seu período no exterior, podem aparecer despesas inesperadas.

Não apenas com situações médicas ou acidentais, mas até mesmo um show ou aquela comprinha que não estava programada, mas que você decidiu que vale o investimento.

Então, antes de fazer as malas e sair de férias, faça seu cartão de débito internacional Neon, que também pode ter a função de crédito.

É simples e rápido, sem exigência de comprovação de renda e sem custos.

Conta digital completa na palma da sua mão

A Neon é uma conta digital com tudo o que você precisa: cartão de crédito, investimento, empréstimos, cashback, Pix, cartão virtual, recargas e muito mais. Abra sua conta agora mesmo!

Gostou das dicas sobre o seguro viagem internacional?

Aproveite para ler também dicas de economia para aproveitar uma viagem de férias despreocupado.

O propósito da Neon é diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 13

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO
Minutos
Segundos