Quanto custa uma viagem para a Disney em 2024? Economize!

Quer saber quanto custa uma viagem para a Disney? Entenda todos os custos envolvidos e planeje as suas férias sem dor de cabeça.
9 minutos de leitura
9 minutos de leitura
Foto de montanha-russa azul

Quando o assunto é turismo, uma das perguntas mais frequentes é: quanto custa uma viagem para a Disney?

Afinal, conhecer a terra do Mickey é o sonho de muitos brasileiros.

Viagem de lua de mel, comemoração dos 15 anos ou simplesmente férias: a Disney de Orlando é o destino preferido para qualquer idade.

No entanto, sabemos que o dólar alto restringe muito as opções de viagens acessíveis.

Neste contexto, saber como economizar na viagem de férias e como comprar passagens aéreas baratas é essencial para um planejamento que caiba no seu bolso.

Elaboramos este guia para facilitar a organização das tão esperadas férias e esclarecer quanto custa uma viagem para a Disney, assim você poderá se planejar financeiramente.

Vem com a gente!

Quanto custa uma viagem para Disney?

Vamos direto ao ponto: com base em estimativas gerais, uma viagem de 7 dias para a Disney em baixa temporada pode custar a partir de R$ 12 mil por pessoa, em versões econômicas.

É claro que tudo vai depender da quantidade de dias que pretende ficar por lá, da região onde quer se hospedar, das atividades que planeja fazer e do estilo de viagem (econômica, intermediária ou de luxo).

Caso sua intenção seja aproveitar as hospedagens mais luxuosas, o céu é o limite, já que existem opções cujos valores podem facilmente passar de R$ 50 mil por pessoa.

Entenda que os custos de viajar sempre estarão sujeitos a oscilações, e fatores como alta do dólar e preço do combustível podem multiplicar os gastos planejados.

Além da variação referente à cotação do dólar, dois fatores são importantes para o cálculo dos custos totais: a época do ano e o nível de conforto.

Em Orlando, a alta temporada engloba os meses de férias escolares no verão do hemisfério norte (do final de junho ao final de agosto), datas festivas como Ação de Graças, Natal e Ano Novo e a época de férias de primavera (de uma a duas semanas entre março e abril).

A expectativa de gastos nesses períodos é mais alta e os parques estão lotados.

Por outro lado, da segunda metade de janeiro (com exceção do spring break – as férias de primavera) a maio e de setembro a novembro são considerados baixa temporada, uma época mais econômica para viajar.

Sendo que a partir de março você terá temperaturas agradáveis, o que torna esses meses bem favoráveis para orçar quanto custa uma viagem para a Disney.

Em relação ao nível de conforto, é de se esperar que quanto maior o luxo, maior o gasto.

Portanto, estilos diferentes de hospedagem envolvem diferentes valores de orçamento.

Principais custos de uma viagem para a Disney

Ficou claro que os valores totais dependem de diversas escolhas, não é?

Vamos entender melhor o que exatamente impacta no custo final da viagem para Orlando.

Passaporte

O passaporte é absolutamente necessário para todo brasileiro que viaja para fora do Mercosul.

A documentação é de responsabilidade da Polícia Federal e deve ser agendada com antecedência.

O passaporte convencional custa R$ 257,25, conforme tabela de 2023, mas caso você não tenha o tempo necessário para a burocracia padrão, existe o passaporte emergencial, emitido em 24 horas por R$ 334,42.

Se você perdeu ou teve o passaporte roubado, o valor para tirar um documento novo é R$ 514,50.

Visto para os Estados Unidos

Visitar os Estados Unidos demanda autorização governamental norte-americana na forma da concessão de visto, ou seja: trata-se de documentação indispensável.

O visto de turismo envolve pagamento de uma taxa de US$ 185 por pessoa, quase R$ 900 na cotação do dólar nos últimos dias de novembro de 2023.

Lembre-se de que, para obter o visto, você precisará primeiro do passaporte válido e deverá agendar visita a um dos consulados americanos.

As sedes diplomáticas encontram-se somente nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília (embaixada), Recife e Porto Alegre.

Portanto, caso você não seja residente em alguma destas cidades, terá que considerar também os gastos de transporte até o local escolhido e provavelmente de hospedagem.

Seguro viagem

Jamais viaje sem seguro!

Este é um dos itens dos quais um turista não pode abrir mão de forma alguma — imprevistos acontecem, e você não vai querer comprometer a tranquilidade da viagem.

Existem diversos planos de seguro, dos mais simples aos com cobertura extensa, e os mais econômicos ficam na faixa de R$ 250 por pessoa para 7 dias.

Escolha o seguro que lhe parece mais vantajoso, atentando-se às características da cobertura médico-hospitalar, afinal, as emergências de saúde costumam sair caríssimas nos EUA e você pode ter dor de cabeça sem o seguro adequado.

Passagem aérea para a Flórida

Aqui vai o item da viagem com maior oscilação no quanto custa uma viagem para a Disney.

Os valores das passagens aéreas variam o tempo todo, diretamente impactadas pela cotação do dólar e preço do combustível, além de outros fatores.

Os valores de passagem na classe econômica para a baixa temporada de 2024 (março) oscilavam entre R$ 2,9 mil e R$ 5,4 mil em consulta feita em novembro de 2023, saindo de São Paulo.

Há ainda a marcação de assentos e o despacho de malas, além das taxas de embarque, que elevam ainda mais os custos.

Observe que algumas passagens podem ter duração de viagem maior ou com mais conexões — portanto, avalie se você se sente confortável com as diversas conexões e o longo tempo de espera.

Também tome muito cuidado com ofertas de preços extremamente baixos.

Confira se a promoção realmente existe e se a empresa é confiável, pois são comuns os golpes com passagens fantasmas.

Hospedagem em Orlando

Um dos itens mais importantes da viagem, definir a hospedagem certamente irá impactar no seu gasto final, especialmente quando se trata de Orlando, onde existem inúmeras possibilidades de estadia.

Se sua ideia é aproveitar confortavelmente serviços de hotel, uma boa opção é ficar dentro dos parques da Disney.

Você economiza tempo com deslocamento e ainda pode usar os transportes internos para chegar nos diferentes parques.

Os hotéis fazem parte do complexo Disney Resort, divididos nas seguintes categorias:

●      Opção econômica: diárias de US$ 132 a US$ 209

●      Opção moderada: diárias de US$ 260 a US$ 465

●      Opção luxo: diárias de US$ 447 a US$ 815.

No entanto, se a sua intenção é evitar gastos ostensivos, saiba que existem hotéis fora do resort, mas ainda próximos à Disney, muito bem avaliados e com valores mais acessíveis, sendo que você pode encontrar diárias a partir de US$ 100 para um quarto duplo.

E caso se afaste um pouco mais dos parques e opte por hospedagens simples, pode encontrar diárias de US$ 70 ou menos.

Há também a possibilidade de alugar uma casa ou apartamento em cidades próximas à Disney, o que pode reduzir custos, especialmente se estiver viajando com um grupo maior, e obter mais espaço e conforto por um preço justo.

Caso opte por se hospedar fora dos parques da Disney, lembre-se de adicionar os custos do aluguel de carro, combustível, estacionamento e pedágios.

Transporte

Alugar um carro pode ser uma excelente ideia caso você queira mais liberdade para conhecer a região, afinal, você não ficará restrito ao circuito dos parques da Disney.

Existem diversas empresas de locação de automóveis, como a Alamo, a Dollar e a Sixt.

Utilize buscadores como Kayak e Rental Cars, pois assim você conseguirá visualizar melhor a comparação de preços entre as locadoras.

Os valores de aluguel para baixa temporada (março 2024) começam por volta de US$ 179 para sete dias com quilometragem livre.

No entanto, lembre-se de computar no seu cálculo de gastos os valores de estacionamento e gasolina, que em novembro de 2024 custava uma média de US$ 3,33 o galão (3,8 litros).

Ou seja, um tanque de gasolina é o equivalente a 15 ou 16 galões, cerca de US$ 50.

Já os estacionamentos na Disney custam US$ 30 por dia, então se você visitar os quatro parques e dedicar um dia para cada um, já serão US$ 120.

Sua hospedagem poderá cobrar o estacionamento à parte, portanto, informe-se antes de fazer a reserva.

Caso você fique inseguro de alugar um carro, chamar um carro por aplicativo é uma boa opção, mas tenha em mente que, com longas distâncias e corridas cobradas em dólar, pode sair mais caro.

Ingressos

Os parques temáticos da Disney são Magic Kingdom, Animal Kingdom, Epcot e Hollywood Studios.

O valor do ingresso muda conforme a data escolhida, o número de dias e de parques que se pretende visitar.

Quanto mais dias de ingresso você compra, mais barato os bilhetes ficam — por exemplo, seis diárias de parque podem custar US$ 109 por dia por pessoa, em março de 2024, num total de US$ 654, aproximadamente R$ 3,155 mil.

Para quem planeja visitar os quatro principais parques, apenas uma vez cada um, há uma oferta especial para o período entre 11 de janeiro e 15 de março de 2024 por US$$ 114 por dia, um total de mais ou menos R$ 2.230.

Alimentação em Orlando

Para um passeio bem econômico, existe um cálculo médio entre US$ 30 e US$ 50 por dia, o que dá aproximadamente entre R$ 1 mil e R$ 1,7 mil semanais por pessoa.

É claro que um dia ou outro você deverá gastar um pouco mais, já que existem muitos restaurantes famosos nos parques.

Caso você esteja a fim de aproveitar o luxo, saiba que a Disney de Orlando abriga um dos restaurantes mais caros dos EUA: o 21 Royal possui apenas uma sala, que deve ser reservada por meros US$ 18 mil, cerca de R$ 87 mil.

Dicas para economizar na viagem para a Disney

Realmente, são muitos os fatores que influenciam no quanto custa uma viagem para a Disney.

O maior segredo da viagem econômica, portanto, é planejar com bastante antecedência.

Listamos a seguir algumas dicas para você organizar uma viagem adequada ao seu orçamento.

Faça plantão nos buscadores de viagens

Monitore constantemente o preço das passagens e fique atento às promoções.

A regra geral é que, quanto maior a antecedência, maiores são as chances de conseguir uma boa promoção de passagem.

Viaje na baixa temporada

Como vimos, os preços durante a baixa temporada na Disney são muito mais atrativos e acessíveis.

Portanto, mantenha-se em alerta para os meses de março a maio e setembro a novembro — porém, atente-se ao fato de que este segundo período é a época de tempestades tropicais e furacões na Flórida.

No entanto, por ser uma cidade localizada no centro do estado e não na costa, Orlando não sofre grandes impactos com esses eventos climáticos e raramente é afetada a ponto de os parques fecharem.

Mesmo que comece um temporal, logo o sol volta a brilhar – o tempo muda rápido em Orlando e a Flórida é conhecida como Sunshine State (estado ensolarado).

Acompanhe o preço do dólar

Esta é uma estratégia muito importante, já que a queda do dólar normalmente reduz os valores de passagens e hospedagem.

Dica de ouro: se perceber que o dólar caiu consideravelmente, compre uma pequena reserva de dólares, assim você já garante uma leve redução nos gastos da viagem.

Cuidado com as compras

As lojas dos parques são de enlouquecer qualquer criança e adulto, portanto, cuidado para não perder o controle dos gastos.

Uma dica para evitar comprar de tudo é sempre converter mentalmente os preços.

Assim, você percebe que aqueles US$ 20, que parecem pouca coisa, são equivalentes a R$ 100.

Cuidado com o cartão de crédito

Se perder o controle das compras com dinheiro já é fácil, usando o cartão de crédito, então, nem se fala.

Por não vermos o dinheiro indo embora, é muito comum que as despesas estourem o limite de gastos.

Dica: baixe o aplicativo do seu banco e monitore frequentemente quanto já foi gasto.

O aplicativo Neon permite que você acompanhe de forma segura e eficiente seus gastos com o Saldo Inteligente.

Planeje-se com carinho e organização, e você verá que é possível realizar a viagem dos seus sonhos sem dor de cabeça!

Como planejar uma viagem para a Disney?

Agora que você já sabe quanto custa uma viagem para a Disney e aprendeu dicas para economizar, é hora de aprender a planejar.

O primeiro passo é definir quanto do seu orçamento será destinado à viagem e então fazer as pesquisas de hotéis, passagens e ingressos de parques com esse valor em mente.

Se tiver flexibilidade nas datas, fica ainda mais fácil economizar, mas se suas férias tiverem que ser em uma data ou mês específico, faça as pesquisas apenas para esse período e poupe tempo.

Antes mesmo de comprar a passagem, tenha seu passaporte e visto em mãos.

Então, considere diferentes tipos de hospedagem: dentro da Disney, fora dos parques, mas ainda próxima ou mais afastada.

Calcule os gastos com deslocamento e estacionamento, se for o caso, para definir o que vale mais a pena.

Se optar por um hotel com cozinha no quarto ou por um aluguel de temporada, poderá economizar em refeições, preparando a janta em casa, por exemplo.

Outro passo importante no planejamento é escolher quais parques quer visitar e quantos dias quer dedicar à Disney, assim poderá comprar os ingressos com antecedência, evitando ficar sem entrada ou pagar preços mais altos.

Lembre de consultar as promoções para mais dias e mais parques, a economia pode ser maior do que comprar um a um.

Além dos parques, você vai querer passear pela cidade, então pesquise as atrações de Orlando e monte seu roteiro.

A cidade tem muitas opções de entretenimento gratuito!

Por fim, não esqueça de comprar dólar quando a cotação estiver mais baixa, se possível, e de fazer seu seguro viagem.

O que levar na mala de viagem para Disney?

Para arrumar as malas para sua viagem à Disney, comece pensando na época do ano em que irá para Orlando.

Se for inverno, leve roupas mais quentinhas, mas nada exagerado, pois mesmo nos meses mais frios, a temperatura pode chegar na casa dos 20ºC e dificilmente vai baixar de 8ºC.

Já nos meses de verão, prepare-se para temperaturas acima de 30ºC.

Seja qual for a estação, leve roupas e calçados confortáveis, além de capa de chuva, protetor solar, boné, camisetas de manga longa e curta, bermudas ou shorts, calça jeans e uma mochila para os dias de parque.

Comece a economizar para a sua viagem à Disney

Uma vez desvendado quanto custa uma viagem para a Disney, você pode começar a economizar para tornar seu sonho realidade.

Uma excelente maneira de guardar dinheiro é fazendo seu dinheiro render com o CDB Neon, que oferece liquidez diária, ou seja, com resgate a qualquer momento, e rende até 113% do CDI.

Uma dica é ativar o recurso Caixinha e nomear seu investimento como “Viagem para Disney”.

Assim você ficará ainda mais motivado a investir e destinar uma quantia mensal para as suas férias.

Para isso, siga o passo a passo:

  • Acesse a área “investimentos” no site da Neon
  • Vá em “detalhes”
  • Clique no ícone de engrenagem
  • Escolha a opção “alterar nome do investimento”
  • Coloque o nome desejado
  • Clique em “salvar alterações”.

Sua viagem à Disney pode estar mais próxima do que você imagina!

O propósito da Neon é diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 7

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO
Minutos
Segundos