Organização financeira pessoal: como se manter focado em 2024

Sabia que a organização financeira pessoal não precisa ser difícil? Veja 13 dicas para manter o foco em 2024 e melhorar a saúde financeira.
8 minutos de leitura
8 minutos de leitura
Caderno com cifrão verde em frente a fundo azul

Chega de bagunça: saiba que a organização financeira pessoal é seu passaporte para uma vida mais tranquila e equilibrada.

Com foco e dedicação, é possível superar as inseguranças e montar um bom plano de investimento.

O controle das finanças pessoais envolve diversos tipos de atividades, que podem ser facilmente adaptadas à rotina de cada pessoa. 

Para ajudar você nessa empreitada, elaboramos o guia completo sobre o assunto: o que é organização financeira pessoal, como colocá-la em prática e como criar uma planilha fácil de preencher.

Boa leitura!

O que é organização financeira pessoal?

A organização financeira pessoal é o conjunto de práticas que promovem a estabilidade econômica de um indivíduo

Assim, estamos falando das atividades que:

  • Mapeiam todas as fontes de renda, bem como os gastos e despesas mensais
  • Cortam gastos desnecessários impactantes para o orçamento
  • Avaliam a oportunidades de guardar dinheiro ou realizar investimentos
  • Estabelecem metas financeiras claras e realistas, como juntar uma reserva de emergência para possíveis imprevistos, como veremos mais adiante.

Qual a importância da organização financeira?

A organização pessoal é o primeiro passo rumo à independência e liberdade financeira.  

Identificar os gastos exagerados e evitar dívidas, assim como economizar dinheiro, são atividades que podem a longo prazo oferecer uma base sólida para construir a riqueza desejada e concretizar os seus sonhos.

Com disciplina e planejamento, você pode juntar dinheiro para fazer uma viagem, comprar um imóvel, abrir um negócio e o que mais desejar na sua vida!

Ou seja: a organização financeira pessoal não serve apenas para ter tranquilidade hoje, mas também para garantir a realização dos seus planos amanhã.

Principais desafios da organização financeira pessoal

Se você sente dificuldade com a organização das finanças pessoais, não se culpe! 

Afinal, lidar com os problemas com dinheiro pode ser um grande desafio até mesmo para quem está acostumado com o mercado financeiro.

Isso porque encarar as dívidas e buracos no orçamento é algo compreensivelmente angustiante. 

Além do tabu de falar sobre dinheiro, outros fatores podem influenciar diretamente nossa habilidade com a organização financeira. 

Veja só alguns exemplos:

Além disso, existem fatores externos fora do nosso controle, como uma redução de salário inesperada ou mesmo uma forte crise econômica.

São muitas as possíveis variáveis, não é mesmo?

Por isso, vale a pena usar ferramentas específicas para compreender exatamente o que se passa com suas finanças pessoais.

Continue lendo para saber como!

Como se organizar financeiramente?

Primeiro de tudo: escolha uma boa planilha de gastos para mapear todas as fontes de renda, assim como as despesas, gastos e investimentos.

Seja pelo Excel ou pelo Google Planilhas, um simples arquivo já permite a rápida visualização do destino do seu salário, dos gastos desnecessários e das melhores metas financeiras.

Em seguida, você pode categorizar seu orçamento em despesas essenciais, lazer, poupança e outras metas, buscando o equilíbrio entre gastos necessários para a qualidade de vida e investimentos no futuro.

A seguir, veja nossas dicas para montar uma planilha simples e super prática!

Como fazer uma planilha de organização financeira?

Ainda que existam centenas de versões diferentes, a melhor planilha é aquela que mais se adapta às suas necessidades.

Quanto mais prática e adaptável à rotina, maiores serão as chances de você manter a constância ao preenchê-la.

A seguir, veja algumas dicas de como montar sua própria planilha de organização financeira:

  • Defina seu objetivo, seja guardar dinheiro, quitar as dívidas ou criar uma carteira de investimentos robusta
  • Escolha um modelo pronto de planilha adequado à meta escolhida
  • Inclua as informações de receita, gastos e despesas de determinado período (mensal, semanal ou quinzenal)
  • Distribua os gastos em categorias, como “moradia”, “supermercado” e ”delivery de comida”
  • Analise a distribuição do seu salário, usando o Método dos Potes como referência
  • Identifique onde seus gastos estão excessivos
  • Elabore um plano de ações para os próximos meses, incluindo cortar gastos e realizar os objetivos propostos.

Conforme o tempo for passando, vale a pena revisar a tabela para ver se suas expectativas batem com as despesas reais.

Para evitar a confusão com tantas informações diferentes, vale a pena contar com os modelos de planilha da Neon.

Baixe nossa planilha de gastos gratuita agora mesmo!

13 dicas para manter o foco na organização financeira pessoal

Montou sua planilha?

Agora vem com a gente conferir como seguir firme no plano.

1. Aprenda a viver um degrau abaixo 

Sejamos sinceros: reduzir o padrão de vida pode ser um desafio doloroso.

Afinal, será preciso diminuir drasticamente os gastos com restaurantes, passeios e comprinhas para adequar-se ao novo orçamento.

Uma dica para não desanimar é compreender que essas mudanças são apenas temporárias.

Em breve, suas finanças pessoais irão se estabilizar e você poderá novamente aproveitar suas atividades preferidas com moderação.

Confira algumas dicas para viver um degrau abaixo sem sofrimento.

2. Tenha objetivos e metas claras

Saiba exatamente aonde quer chegar e o que significa sucesso para você.

Isso porque a clareza dos seus objetivos é o principal fator motivacional da sua organização financeira.

Podem ser metas de curto prazo, como fazer uma viagem ou ir morar sozinho, até planos de longo prazo como alcançar a independência financeira.

O importante é definir claramente esses projetos e se apegar a eles para manter os altos níveis de determinação.

3. Visualize seus sonhos e projetos

A maior dificuldade do ser humano é conseguir trocar o prazer imediato por uma realização futura, já que tendemos a pensar sempre no presente

Com dinheiro, isso fica claro quando boicotamos nossos planos de poupança para ceder à tentação do consumo — o principal hábito que precisa mudar para colocar ordem nas suas finanças.

Uma solução para se reeducar financeiramente e manter o foco nas metas é visualizar seus sonhos e projetos

 Isso significa que, em vez de tê-los apenas na cabeça ou anotados em algum lugar, você precisa estar em contato diário com essas metas para continuar motivado.

Para isso, você pode montar um quadro com anotações e imagens da viagem dos sonhos na sua sala, ou abrir uma conta no Pinterest e colecionar imagens inspiradoras de imóveis que você compraria, por exemplo.

O importante é reservar momentos para visualizar seus projetos e renovar o ânimo para seguir com os planos financeiros da forma que funcionar melhor para você.

4. Crie um mantra para controlar seus gastos

Uma abordagem específica da psicologia comportamental é criar mantras que reforcem atitudes positivas.

Estamos falando de frases de efeito para controlar os impulsos e seguir com as metas de poupança.

Por exemplo, se você está juntando dinheiro para comprar um carro e se deparar com uma compra tentadora, pode mentalizar uma frase do tipo “É melhor comprar isso agora ou andar no meu HB20 ano que vem?”.

O recurso pode funcionar bem quando você está prestes a gastar dinheiro para aliviar alguma frustração ou fazer a famosa “shopping terapia” (que acaba com os planos financeiros de qualquer um).

5. Tenha um “minuto do dinheiro” diário

Ser financeiramente organizado também requer um tempo diário para acompanhar suas finanças, pois o controle deve fazer parte da sua rotina.

A dica é criar o “minuto do dinheiro” na agenda e usar esse momento para checar seus saldos, conferir se o orçamento está dentro da meta e rever seus planos para a semana.

Além disso, use esse tempo para fazer um planejamento financeiro e organizar suas contas. Para te ajudar nessa tarefa, temos uma planilha de gastos mensais gratuita pronta para ser usada! 

É só clicar no botão abaixo e baixar a sua agora mesmo.

6. Divida suas metas para se manter motivado

Se suas metas financeiras parecem muito distantes, o segredo para se manter motivado é dividi-las em metas menores.

Por exemplo, se você precisa juntar R$ 50 mil para a entrada da casa e só tem R$ 5 mil, pode dividir o projeto em cinco metas de R$ 10 mil com prazos realistas para não correr o risco de desanimar.

O efeito é puramente psicológico, mas vai facilitar muito sua jornada.

Além disso, você também pode participar do nosso Desafio 52 Semanas para começar a guardar um pouco de dinheiro toda semana ao longo de um ano, que tal?

7. Desenvolva a inteligência emocional nas finanças

No contexto da psicologia organizacional, o conceito de inteligência emocional está associado à habilidade de gerenciar saudavelmente as emoções

Ao utilizar esse termo para a gestão das finanças pessoais, estamos falando da capacidade de lidar bem com a ansiedade e medo em relação aos problemas de dinheiro. 

Existem diversas formas de zelar pela sua saúde durante a organização financeira:

  • Contar com a ajuda de um psicoterapeuta especialista
  • Praticar atividades de meditação para acalmar a impulsividade
  • Praticar o autoacolhimento em situações de deslizes
  • Evitar entrar em contato com os gatilhos emocionais em momentos estressantes.

Confira mais dicas no artigo: Desenvolva sua inteligência emocional nas finanças!

8. Monte uma reserva de emergência

Paralelamente aos seus objetivos financeiros, vale a pena juntar uma reserva de emergência.

Trata-se de uma quantia destinada a gastos imprevistos, de maneira a evitar o impacto negativo no orçamento.

Existem diversas possíveis abordagens para guardar o dinheiro: desde transferências para poupanças até aplicações rentáveis em renda fixa. 

Independentemente da forma escolhida, é válido juntar de 3 a 12 meses de salário.

Essa é uma margem segura para manter todas as suas despesas familiares em casos urgentes.

Veja o passo a passo para montar sua reserva de emergência.

9. Diminua ou elimine os juros

Quitar os empréstimos está difícil?

Não desanime: é hora de renegociar o pagamento com as instituições financeiras!

Solicite ao seu credor a revisão dos juros e condições de parcelamento, de maneira a tornar os valores mais acessíveis a seu orçamento pessoal.

Uma vez quitadas as pendências, evite fazer novas movimentações que envolvem juros. 

Confira algumas dicas:

  • Se houver saldo, dê preferência às compras no débito
  • Respeite o limite da fatura do cartão
  • Evite usar o cheque especial
  • Pague as contas em dia.

E mais: evite a todo custo o rotativo do cartão de crédito, já que as taxas de juros podem facilmente atingir os 400% ao ano!

Leia também o artigo: O que é o rotativo do cartão e como evitá-lo?

10. Tente melhorar seu score

Ficar de olho no seu score Serasa e tentar melhorar a pontuação pode servir como injeção de ânimo na sua organização financeira pessoal.

Afinal, é muito bom ver seu perfil de crédito melhorando no mercado e saber que você terá novas oportunidades no futuro, como juros mais baixos em um financiamento, por exemplo.

Para isso, vale utilizar o Cadastro Positivo para acompanhar seu progresso e ganhar um incentivo extra para pagar as contas em dia.

11. Explore o mercado financeiro

O mercado financeiro tem inúmeras oportunidades de investimentos para fazer seu dinheiro render e elevar sua autoestima financeira.

Você pode começar com aplicações de baixo risco da renda fixa, como CDBs, Tesouro Direto e fundos de investimento.

Conforme for ganhando experiência, pode até se aventurar na bolsa de valores com uma estratégia de longo prazo. 

Se você investir seu dinheiro com inteligência e respeitando seu perfil de investidor, poderá experimentar a motivação de ver os ganhos crescendo — um estímulo e tanto para seguir com seus planos.

12. Revise seu planejamento

Com as possíveis mudanças em seu salário líquido, saiba que é preciso revisar seu planejamento de tempos em tempos.

Avalie se os seus esforços estão produzindo efeitos positivos.

Além disso, planeje como tornar sua planilha ainda mais prática e funcional.

13. Use ferramentas digitais

Por fim, sua jornada de organização financeira pessoal fica muito mais fácil com o apoio da tecnologia e ferramentas digitais

Com a conta digital Neon, por exemplo, você consegue acompanhar seu saldo facilmente pelo app e controlar seus gastos na palma da mão, além de economizar nas taxas e ter opções de investimento descomplicadas.

Você também pode usar aplicativos que facilitam o controle e planejamento financeiro, desde que ajudem você a se manter vidrado nos objetivos — e não apenas ocupem espaço no celular.

Conta digital completa na palma da sua mão

A Neon é uma conta digital com tudo o que você precisa: cartão de crédito, investimento, empréstimos, cashback, Pix, cartão virtual, recargas e muito mais. Abra sua conta agora mesmo!

Educação financeira: como ensinar organização financeira para as crianças?

Não tenha dúvidas: investir na educação financeira das crianças é zelar pelo futuro financeiro de seus filhos. 

Conforme estudo elaborado pelo Banco Central, os jovens que aprendem desde cedo a lidar bem com o dinheiro possuem menos chances de se endividar na vida adulta.

Confira dicas de organização financeira infantil:

  • Peça para os pequenos auxiliarem na lista de compras do supermercado
  • Ensine as crianças a fazer cotação de preços antes de fechar uma compra
  • Permita que os jovens auxiliem no planejamento das compras de material escolar.

Aqui você encontra livros para ensinar educação financeira a seus filhos!

Agora que você sabe tudo sobre organização financeira, é hora de colocar em prática nossas dicas!

Abra sua conta digital Neon para tornar seu dinheiro ainda mais rentável!

O propósito da Neon é criar caminhos por uma vida financeira melhor para todos os brasileiros. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.9 / 5. Número de votos: 7

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Picture of Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO