Desafio 52 Semanas: prepare-se para começar a juntar dinheiro

O Desafio 52 Semanas vai te ajudar a juntar dinheiro toda semana, começando com R$ 1. Temos um kit com tabela, planilha e guia. Confira!
11 minutos de leitura
11 minutos de leitura
Arte com texto “Desafio 52 Semanas”

Quando se fala em guardar dinheiro, o assunto normalmente é um grande desafio para a maioria dos brasileiros, por isso o Desafio 52 Semanas surgiu!

Pesquisas mostram que 90% dos brasileiros não guardam dinheiro para o futuro e, se você é um deles, então é melhor continuar a leitura.

O que está faltando é um empurrãozinho para mudar essa realidade, e nós podemos ajudar.

O Desafio 52 Semanas é um compromisso que você assume com você mesmo para construir o hábito de poupar dinheiro.

Ao longo de 52 semanas (ou seja, um ano), você guarda um pouco de dinheiro toda semana. Dá para começar com até R$ 1, por isso o importante é começar e manter a organização financeira em dia.

Para te ajudar nessa missão, preparamos um kit gratuito completo com tabela, planilha e guia para você poupar toda semana com muito mais facilidade.

O que você precisa agora é tomar uma atitude inicial. Em algumas semanas, você vai ver como juntar dinheiro será cada vez mais fácil, até que uma hora vai se tornar um hábito quase automático.

Quer saber mais sobre esse desafio? Então vem com a gente!

O que é o Desafio 52 Semanas?

Desafio 52 Semanas é uma estratégia para quem quer começar a poupar com pequenas quantias. A ideia central está em guardar dinheiro toda semana.

O nome se refere à quantidade de semanas em um ano inteiro, afinal, o objetivo é construir o hábito de poupar, alcançando uma ou mais metas no fim do ano.

Sua motivação pode estar em objetivos de longo prazo, como a aposentadoria, ou de médio prazo, como a compra de um carro ou curto prazo, como uma viagem de férias.

Dá para conquistar isso e muito mais guardando (e investindo) um pouco da sua renda semanalmente.

Por que é importante fazer o Desafio 52 Semanas para poupar dinheiro?

Antes de saber como funciona o Desafio 52 Semanas, é importante saber que a culpa não é exclusivamente sua se você nunca teve o hábito de poupar dinheiro, principalmente com os últimos acontecimentos da pandemia.

Temos um problema cultural que explica o porquê de ser tão difícil poupar, e ele remonta à história da política econômica do nosso país.

Mesmo que você não entenda nada de economia (saiba que isso não é um requisito para cuidar bem do seu dinheiro), você deve perceber que os preços das coisas que compramos sempre aumentam, certo?

Você lembra quanto custava uma passagem de ônibus há 10 ou 15 anos? Menos da metade do valor que custa hoje. O fato é que vivemos em um país inflacionário, onde os preços estão sempre subindo!

Por isso, é essencial que a cada dia você entenda e aprenda mais sobre planejamento financeiro.

Leia também: 6 dicas sobre como fazer um planejamento financeiro familiar

Puxando o assunto no almoço de domingo

No próximo almoço de domingo, pergunte aos seus pais como eles viveram o final dos anos 1980 e o começo dos anos 1990, com a hiperinflação e o confisco da poupança.

Vai ser mais legal ouvi-los contar com riqueza de detalhes, mas vamos dar um spoiler: seus pais recebiam o salário e corriam para o supermercado no mesmo dia para abastecer a despensa para o mês inteiro. Se eles esperassem pelo dia seguinte, o dinheiro já estaria valendo menos.

Isso significa que o mesmo dinheiro pagaria menos produtos. Ou seja: não valia a pena guardar dinheiro por um dia que fosse!

O confisco dos depósitos em caderneta de poupança serviu para reforçar essa ideia de que é melhor transformar o dinheiro em algum bem ou produto do que deixá-lo guardado.

Por isso é tão comum os mais velhos preferirem comprar imóveis como forma de investimento, fazendo uma renda extra para completar o mês.

Hoje, as coisas mudaram bastante:

  • A inflação está controlada, o sistema financeiro é seguro e ficou claro que o confisco da poupança foi um episódio isolado na história econômica do país;
  • Aliás, está mais fácil do que nunca acessar outros tipos de investimentos que inclusive rendem mais que a poupança, como o CDB Neon. Além disso, você não precisa ter muito dinheiro para começar a investir. Aqui na Neon dá para começar com apenas R$ 10;
  • A população está envelhecendo, a aposentadoria paga pelo governo está pesando nos cofres públicos e nossos representantes no Congresso sempre estão discutindo uma nova reforma da previdência. Ou seja: não conte com a aposentadoria pública.

Essa coisa de que só guarda dinheiro e investe quem é rico não passa de um mito que precisamos desconstruir.

Aproveite e veja dicas sobre como economizar no mercado e reduzir gastos.

O futuro que você quer depende apenas de você

O resultado disso tudo é que você precisa começar a se preocupar com o seu futuro e garantir que ele seja como você sonha.

Pense em tudo que quer conquistar na vida, e lembre-se de que isso depende de você conseguir se programar financeiramente.

Ter um planejamento financeiro irá te ajudar a controlar seus ganhos e gastos de forma clara e objetiva, e assim você saberá onde está gastando mais, além de identificar oportunidades para reduzir custos.

Se você precisa de ajuda com isso, temos um e-book gratuito com todos os passos para você começar a se organizar financeiramente de uma vez por todas. Confira no vídeo abaixo todos os detalhes sobre ele:

Para ter a vida que você imagina nos seus melhores sonhos e garantir um futuro tranquilo, você precisa construir o hábito de poupar hoje mesmo.

Quanto antes começar, melhor. Depende de você, mas nós da Neon estamos aqui para dar uma força com isso!

Começando a construir o hábito de poupar dinheiro

Por que poupar dinheiro é tão difícil? Pelo mesmo motivo que fazer dieta e praticar exercícios físicos também parecem tarefas impossíveis!

Temos que abrir mão de um prazer imediato, como comprar algo que gostamos ou deixar de comer algo apetitoso, pensando em um benefício que só será percebido no futuro.

Parece tentador voltar a dormir na cama quentinha em vez de levantar e ir para a academia? Não para quem já encaixou a prática de atividade física na rotina diária.

Essas pessoas conseguiram construir um hábito positivo que faz bem para a vida delas, e até sentem falta quando, por algum motivo, não podem se exercitar.

O segredo do sucesso é a construção do hábito, e é claro que isso também vale para poupar dinheiro.

Se você ficou interessado em entender a mecânica dos hábitos na sua vida e como usar isso para virar a chave, recomendamos a leitura do livro “O Poder do Hábito”, de Charles Duhigg. Aliás, ler livros também é um hábito saudável que você pode construir. Fica a dica!

Aqui temos uma lista com os melhores livros de finanças. Confira.

Agora vamos para a parte prática!

Como funciona o Desafio 52 Semanas?

Como surgiu o Desafio 52 Semanas? Ao que tudo indica, a ideia de se comprometer a poupar dinheiro toda semana apareceu pela primeira vez em 2013.

Uma norte-americana chamada Kassondra Perry-Moreland acordou no primeiro dia do ano e decidiu que ela começaria finalmente a poupar para construir esse hábito e conquistar o que desejava.

Kassondra compartilhou a ideia no Facebook para tornar público seu comprometimento e milhares de pessoas decidiram aderir.

A partir daí, surgiram novas versões do desafio e ele viralizou pelo mundo, conquistando novos adeptos todos os anos.

A regra original do Desafio 52 Semanas

Em seu formato original, a proposta do desafio é poupar o valor equivalente ao número da semana.

Assim, na primeira semana você pouparia R$ 1, na semana 2, R$ 2, e assim por diante até chegar a R$ 52 na última semana do ano.

Ao final do ano, você teria acumulado o equivalente a R$ 1.378 (considerando que o dinheiro não será aplicado em nenhum investimento).

O começo é fácil! Depois vai ficando mais desafiador, já que o valor que você deve poupar aumenta progressivamente com o passar das semanas, mas nada impossível.

A ideia é que, quando o período mais difícil chegar, poupar já tenha se transformado em um hábito do seu dia a dia, então não seria tão desafiador assim!

Adaptando a participação no desafio às suas possibilidades

Você pode seguir o formato original se quiser, mas não precisa se prender a ele. O melhor é definir um formato que funcione para você e, se precisar, ir ajustando ao longo do caminho.

Por exemplo, se você tem muita dificuldade para juntar dinheiro ou até mesmo está endividado, que tal começar poupando apenas R$ 5 por semana, durante o ano todo?

Outro ponto importante é que você não precisa necessariamente começar na primeira semana de janeiro!

Dá para começar hoje mesmo, assim que terminar de ler esse artigo! 

Como usar a tabela do Desafio 52 Semanas?

Aqui na Neon, não gostamos de papelada, mas tem um papel que vale a pena imprimir e colar num lugar de destaque, onde você olhe todos os dias e lembre-se do seu compromisso.

É a tabela de acompanhamento do Desafio 52 Semanas! A cada semana, você pode dar um “check” e ver o seu progresso. Isso vai te ajudar a perceber que está conseguindo e motivá-lo a continuar.

Personalizamos a tabela com versões em PDF para diferentes perfis de economia e você pode escolher a melhor para você.

São três opções, veja a seguir os detalhes de cada uma delas!

1. Tabela para juntar R$ 1 por semana

Essa é para quem quer começar poupando R$ 1 e ir aumentando R$ 1 por semana.

Ao final das 52 semanas, você terá acumulado R$ 1.378.

Se você investir, ainda terá um rendimento adicional.

2. Tabela para juntar R$ 5 por semana

Para quem quer começar poupando R$ 5 e ir aumentando R$ 5 por semana.

Ao final das 52 semanas, você terá acumulado R$ 6.890 — isso sem considerar os rendimentos!

3. Tabela para juntar o valor que você quiser a cada semana ou mês (em branco)

Preparamos também uma tabela para quem quer escolher o valor que vai poupar toda semana ou, se preferir, por mês!

Afinal, dá para customizar o desafio pensando no que funciona melhor para você! O importante é conseguir poupar.

Você pode escolher entre duas opções:

  1. Valor que quiser por semana;
  2. Valor que quiser por mês.

Anote na coluna “Valor” quanto você vai poupar e na coluna “Saldo” o valor acumulado.

E aí, quanto você pretende poupar? Imprima sua tabela preferida e faça o acompanhamento!

Banner Com Cta Para Participar Do Desafio 52 Semanas

Qual valor escolher para começar a poupar?

A escolha do valor ideal para você vai depender da sua realidade e do seu perfil financeiro.

Faça alguns testes e veja o que funciona melhor para o seu bolso. 

Além disso, saiba que está tudo bem caso você comece com R$ 5, por exemplo, mas precise reajustar esse valor ao longo do Desafio: o vital é continuar poupando, por menor que seja o valor por semana!

Agora que você já sabe quanto quer economizar e já está com o kit em mãos, está na hora de fazer parte do grupo do Desafio 52 Semanas no Facebook.

Lá é o lugar perfeito para você compartilhar suas experiências e receber dicas para conseguir seguir no desafio. Quer participar? É só clicar no botão abaixo!

Logo você terá construído o hábito de poupar, e vai perceber que pode tornar os seus sonhos realidade e ter cada vez mais poder sobre o seu dinheiro!

Quanto eu posso juntar no Desafio 52 Semanas?

Como acabamos de mostrar, o Desafio é bastante versátil e pode ser adaptado a qualquer realidade e meta financeira.

Vamos de exemplo: imagine que você esteja montando sua reserva de emergência, com gasto mensal de R$ 2 mil.

Considerando que a reserva precisa ter pelo menos seis meses de gasto mensal, sua meta será poupar R$ 4 mil em um ano.

Dá para planejar guardar o mesmo valor toda semana, poupando R$ 76,92.

Outra sugestão para guardar dinheiro é começar poupando R$ 2 e acrescentar mais R$ 2 a cada semana. Ou seja, guardar R$ 4 na segunda semana, R$ 8 na terceira, e assim por diante.

Ao final do desafio, você terá juntado R$ 2.756,00, sem contar o rendimento de investimentos como CDB e tesouro direto.

Faça o Desafio 52 Semanas em família

Caso você viva com seus pais, cônjuge, filhos ou outros familiares, vale a pena fazer o Desafio 52 semanas em família: é uma forma inteligente de engajar todo mundo na conquista de um sonho em comum.

Pode ser a casa própria, uma reforma ou mesmo o aluguel de um imóvel na praia durante as férias escolares, o importante é estabelecer uma meta atraente para todos.

Faça uma pesquisa para descobrir quanto custa alcançar o objetivo e envolva os entes queridos no desafio, distribuindo uma porcentagem para cada um contribuir.

Por exemplo, determinando que 75% do valor mensal seja guardado pelos pais, e os outros 25% pelos filhos. Terminando o desafio, todo mundo vai poder desfrutar da conquista em família!

Conheça outros desafios para poupar dinheiro

Veja agora mais opções além do Desafio 52 semanas para te inspirar.

Caiu, investiu!

Em vez de esperar para ver o que sobra e então investir ou guardar, que tal tratar o investimento como mais um boleto?

Essa é a proposta do desafio: você separa apenas o valor destinado às despesas fixas e, em seguida, investe metade do que seria destinado a despesas variáveis.

Desafio dos 10%

Quem já conseguiu organizar melhor as finanças pode separar 10% de todas as fontes de renda, assim que receber o dinheiro.

Se tiver um salário de R$ 3 mil, por exemplo, R$ 300 serão poupados todo mês.

Também dá para aplicar essa lógica a rendimentos variáveis, como os de MEI e profissionais autônomos, calculando 10% do que foi recebido naquele período.

Dia da marmita

Vale para quem costuma almoçar fora de casa: em vez de gastar todo o vale-refeição, leve marmita em um dia da semana e guarde o dinheiro que seria gasto no restaurante.

Poupando, por exemplo, R$ 20 por semana, você terá R$ 1.040 ao final do ano.

Como continuar o Desafio 52 Semanas estando desempregado? 7 dicas

Caso você esteja sem um emprego ou acabe ficando sem uma fonte de renda durante o desafio, saiba que é possível continuar poupando dinheiro toda semana.

O segredo está nas pequenas economias, pois serão elas que te ajudarão a conseguir poupar semanalmente para o desafio. Além disso, continue anotando tudo o que você está guardando para manter o ânimo ao longo da jornada!

Agora vamos às dicas que te ajudarão a se manter firme guardando dinheiro semanalmente.

1. Faça um planejamento financeiro

Antes de mais nada, é fundamental que você coloque todas as suas contas na ponta do lápis. Se você não sabe ao certo como economizar dinheiro em um ano estando desempregado, talvez seja porque falte clareza sobre os seus gastos.

Por isso, comece organizando suas finanças e crie o hábito de acompanhar o seu orçamento de perto diariamente. Para te ajudar, nós criamos uma planilha gratuita de gastos para controle financeiro pessoal pronta para ser usada! Baixe a sua agora mesmo.

2. Reveja o valor guardado toda semana

Anteriormente, explicamos que você pode começar poupando R$ 1 e ir aumentando R$ 1 por semana, começar com R$ 5 e ir aumentando R$ 5 por semana, ou também você pode escolher um valor livre por semana ou mês para guardar.

Caso você tenha começado com um valor mais alto para poupar mais, mas a sua realidade financeira tenha mudado no caminho, não se preocupe: você não estará “trapaceando” caso precise rever quanto consegue separar toda semana.

Lembre-se: o objetivo do desafio é te ajudar a montar sua reserva de emergência e a realizar seus sonhos, mas isso não deve ser um sofrimento.

Então, organize seu orçamento primeiro e depois estipule um valor que cabe no seu cenário hoje. O importante é continuar poupando toda semana.

3. Mude seus hábitos de consumo

Será que sua conta de luz não poderia ser mais baixa se as luzes de cômodos vazios fossem apagadas? E os banhos demorados, dá para reduzir o tempo gasto neles?

Aproveite esse momento de análise das finanças para mudar hábitos de consumo que costumam passar despercebidos.

Veja também aquelas cobranças automáticas que caem todo mês na sua conta, como planos de assinatura de TV, academia, plataformas de música e afins.

Seja honesto com você mesmo e analise se tudo o que está sendo pago realmente é usado.

É melhor abrir mão de algumas coisas agora para não gastar à toa do que não conseguir guardar dinheiro para o seu futuro.

4. Evite compras supérfluas

Parece uma dica óbvia, mas não é. Afinal, como conseguir guardar dinheiro se ele é usado para prazeres momentâneos?

Sabemos que é tentador comprar aquele produto que você quer há tanto tempo, mas talvez agora não seja o melhor momento.

Essa é uma situação temporária, então espere um pouco para gastar enquanto não há uma renda entrando. Por enquanto, foque apenas naquilo que realmente é fundamental para o seu dia a dia.

Para ajudar, veja o que são gastos supérfluos e como cortar o que é desnecessário.

5. Renegocie suas dívidas (e não faça novas)

Você deve estar se perguntando, “como juntar dinheiro em um ano se eu tenho tantas dívidas para pagar?” Calma, essa situação é contornável.

Procure seus credores, explique sua situação e veja como é possível renegociar suas dívidas ou conseguir algum desconto pagando à vista, por exemplo.

E, claro, não faça novas dívidas. Por isso é importante manter sua organização financeira em dia, pois assim você não corre o risco de perder o controle sobre seu dinheiro.

6. Pague no débito

Ao fazer compras no crédito, você está usando um dinheiro que não é seu e, neste momento, você não sabe ao certo quando terá uma renda para quitar esses gastos.

Então, pague tudo no débito, pois assim você irá gastar apenas o dinheiro que realmente tem.

Se você ainda tem despesas no crédito, está na hora de rever todas as taxas que você paga no seu cartão.

7. Faça uma renda extra

Esse é um bom momento para buscar alternativas para levantar um dinheiro a mais e ficar mais tranquilo com as contas que não param de chegar.

Além disso, essa renda também poderá ajudar no nosso desafio para juntar dinheiro.

Precisa de inspiração? Veja 6 ideias de como ganhar dinheiro extra.

Agora você tem todas as ferramentas em mãos: a planilha do Desafio 52 Semanas, nossa planilha de gastos para controle financeiro e 7 dicas para continuar guardando dinheiro toda semana, mesmo estando desempregado.

Seja muito bem-vindo ao mundo dos poupadores!

O propósito da Neon é diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Conheça a Neon e todos os produtos que esperam por você aqui.

O propósito da Neon é criar caminhos por uma vida financeira melhor para todos os brasileiros. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Picture of Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO