Quanto ganha um corretor de imóveis e como se tornar um?

Quer saber quanto ganha um corretor de imóveis? Veja estimativa de valores, o que é preciso para entrar na profissão e dicas.
3 minutos de leitura
3 minutos de leitura
Duas pessoas apertando as mãos em cima de mesa com contrato e maquetes

O mercado imobiliário vive um cenário otimista e de projeções promissoras, o que faz com que muitas pessoas considerem ingressar nessa profissão e questionem quanto ganha um corretor de imóveis.

Vendas online, visitas com auxílio da realidade virtual, ofertas de linhas de crédito e políticas públicas de habitação são alguns dos fatores que impactam positivamente nesse crescimento.

Com isso, as oportunidades de ganhos para os profissionais da área se fortalecem, embora muito da remuneração dependa quase exclusivamente da sua performance.

Avance na leitura deste texto para ver uma estimativa de quanto ganha um corretor de imóveis, como é a rotina desse profissional e o que é preciso para começar na atividade.

Quanto ganha um corretor de imóveis?

A remuneração de um corretor de imóveis depende de fatores como região do país em que se atua, o tipo de propriedades negociadas (rural, urbano, industrial), o padrão (luxo, alto, médio, econômico), se novas ou usadas e seus preços.

Em geral, o quanto ganha um corretor de imóveis é definido pela comissão sobre as transações realizadas, que fica entre 5% e 10% sobre o valor total no caso de vendas.

Por exemplo, ao vender um apartamento com comissão de 6% no valor de R$ 500 mil, a remuneração do corretor de imóveis será de R$ 30 mil.

Ao dividir esse valor por 12 meses, se essa fosse a única venda realizada por um corretor em um ano, seu salário mensal teria sido de R$ 2,5 mil.

Para aluguéis, é comum que a comissão seja equivalente ao valor correspondente a um mês.

Assim, se o valor de um aluguel mensal for negociado em R$ 2,3 mil, a comissão seria equivalente a um mês, ou seja, R$ 2,3 mil.

Portanto, é a quantidade de negócios fechados e o valor de cada um que irá definir quanto ganha um corretor de imóveis.

Corretores também podem atuar na administração ou gerenciamento de imóveis, com uma comissão entre 8% e 10% sobre aluguel e taxas, não podendo ser menos de R$ 50.

Para administração de condomínios, a comissão varia entre 5% e 10%, com mínimo de R$ 850.

Quanto ao modelo de trabalho, os corretores são profissionais autônomos, portanto não possuem carteira assinada, sem vínculo empregatício, mas com comissão assegurada por tabela do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci).

O que faz um corretor de imóveis?

Um corretor de imóveis atua na intermediação de compra, aluguel ou venda de imóveis, desenvolvendo diversas atividades, que vão desde a captação de novos clientes e propriedades até o fechamento das transações.

Assim, ele deve pesquisar e identificar imóveis disponíveis para venda ou locação, sejam eles urbanos, comerciais, industriais ou rurais, além de avaliar suas condições para determinar um preço justo de mercado.

Devem desenvolver estratégias para atrair potenciais compradores ou locatários e manter uma rede de contatos e relacionamento mesmo após a conclusão de uma transação.

Visitas e apresentações nos imóveis com os clientes interessados também fazem parte do seu escopo de atuação, o que muitas vezes requer trabalhar aos finais de semana ou em horários diferentes.

O profissional deve ainda intermediar as negociações entre proprietários e interessados, alcançando um acordo satisfatório de preço e condições de pagamento para ambas as partes.

Também é necessário orientar os clientes sobre a documentação imobiliária necessária para compra, venda ou aluguel.

Agora que você já sabe quanto ganha um corretor de imóveis e quais suas principais funções, veja a seguir como se tornar um.

O que precisa para ser um corretor de imóveis?

Não há exigências de curso superior para ser corretor de imóveis, mas sim de uma formação profissional específica, que pode ser de Técnico em Transações Imobiliárias (TTI) ou faculdade de Gestão de Negócios Imobiliários.

O curso TTI pode durar de seis a 12 meses e requer estágio.

Já a graduação em nível tecnólogo tem duração média de dois anos.

Em ambos os casos, após conclusão dos estudos, é preciso se registrar como corretor no Creci do estado onde se deseja atuar para ingressar no mercado imobiliário.

Para cuidar bem do seu dinheiro, abra uma conta digital Neon e tenha acesso a cartão de crédito sem anuidade, possibilidade de investimento em CDB e muito mais!

Aproveite para ler sobre outras profissões:

Conta digital completa na palma da sua mão

A Neon é uma conta digital com tudo o que você precisa: cartão de crédito, investimentos em CDB, empréstimos, cashback, Pix, cartão virtual, recargas e muito mais. Abra sua conta agora mesmo!

O propósito da Neon é criar caminhos por uma vida financeira melhor para todos os brasileiros. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.6 / 5. Número de votos: 7

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Picture of Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

Logo Neon Azul