11 dicas para economizar nas compras de material escolar

Quer dicas para economizar nas compras de material escolar? Veja maneiras de gastar menos e entenda se vale a pena parcelar os custos.
5 minutos de leitura
5 minutos de leitura
Mochila amarela sobre fundo azul com diversos lápis de cor para fora do bolso

Muitas vezes, a gente só se lembra do material escolar em janeiro, quando o início do ano letivo se aproxima e esses itens se juntam a várias outras contas sazonais.

Impostos como o IPVA e IPTU e outros valores destinados à escola, como a matrícula, fazem parte de uma lista extensa de gastos adicionais capazes de comprometer o orçamento.

Sem planejamento, os boletos e compras adicionais podem levar ao endividamento pelo resto do ano.

A boa notícia é que o material escolar é uma despesa variável que pode ser reduzida com algumas atitudes simples.

Neste artigo, trazemos dicas para economizar na volta às aulas. Confira!

Lista de material escolar: itens mais comuns

Antes de elencar os itens, vale lembrar que a escola é obrigada a divulgar a lista de materiais sem exigir marcas ou locais de compra, pois essa decisão cabe aos pais e responsáveis.

Existe uma exceção para os colégios que usam apostilas, já que esse é um material personalizado e desenvolvido especialmente para determinadas instituições de ensino. Porém, o restante pode ser adquirido onde você achar mais conveniente.

Embora contenha somente os itens básicos para as aulas, uma lista de material pode mudar bastante conforme o ano escolar em que seu filho está, quais aulas vai frequentar e em qual escola.

Para dar um exemplo, trazemos os itens mais comuns a seguir:

  • Lápis preto;
  • Borracha;
  • Apontador;
  • Caderno;
  • Folha sulfite;
  • Caneta esferográfica;
  • Giz de cera;
  • Lápis de cor;
  • Canetinhas;
  • Cola líquida ou em bastão;
  • Pastas;
  • Estojo;
  • Mochila;
  • Lancheira;
  • Régua;
  • Tesoura;
  • Massinha de modelar;
  • Corretivo líquido ou em fita.

Como economizar nas compras de material escolar?

Trazemos agora 11 dicas úteis para diminuir os gastos com material escolar.

Acompanhe e comece o ano no azul.

1. Atenha-se ao necessário

Extrapolar a lista pode ser tentador, mas não faça isso! Mesmo algumas borrachas e lápis desnecessários podem prejudicar o pagamento em dia de outros boletos, pois seu orçamento estará comprometido.

Confirme também se todos os produtos requisitados pela escola são de uso individual, pois o que for de uso coletivo não deve ser pedido.

2. Veja onde comprar material escolar barato

Nada de comprar tudo na primeira loja que entrar ou visitar online, ok?

A chave é pesquisar bastante antes de fechar negócio para você ter referências diferentes e escolher pelo melhor custo-benefício.

Para dar uma ideia das diferenças de valores de material escolar, um levantamento feito em 2016 pelo Procon na cidade de São Paulo encontrou variações de preço de mais de 400%.

3. Consulte lojas online

Inclua lojas virtuais na sua pesquisa, pois elas costumam oferecer descontos interessantes.

Claro que, nesse caso, o valor do frete deve ser incluído na comparação de valores, mas há locais que oferecem frete grátis para retirar na loja, por exemplo.

Consulte todas as opções e considere cada uma para fazer uma compra inteligente.

4. Kit de material escolar

Algumas escolas e comércios oferecem kits prontos com materiais básicos usados com frequência pelos alunos. Vale a pena conferir essa opção que pode sair mais em conta do que comprar item por item, já que é usada a estratégia de atacado para reduzir os preços dos produtos.

Porém, não deixe de comparar os valores dos kits aos da sua pesquisa antes de fazer a compra.

5. Reaproveite as sobras do ano anterior

Materiais que estiverem em bom estado podem ser reaproveitados no ano seguinte.

Faça uma triagem no que sobrou do ano letivo atual e guarde canetas, lápis de cor, estojos e outros itens que possam ser usados por mais tempo.

Se tiver mais de um filho em idade escolar, talvez seja possível reaproveitar livros do mais velho para o mais novo.

6. Troque ou compre livros usados

Normalmente, a revisão e o lançamento de novas edições dos livros didáticos levam anos.

Ou seja, dá para economizar adquirindo livros usados em sebos ou de outros pais de alunos da mesma escola.

O negócio fica ainda melhor se eles aceitarem trocar livros de um ano pelos de outro.

7. Forme grupos de compras

Falando em contatar outros pais de alunos, que tal entrar em grupos de WhatsApp ou Facebook que reúnam vários deles?

Também dá para você mesmo organizar grupos de compras por atacado, o que permite reduzir o custo do material escolar.

8. Deixe as crianças em casa

Quando for visitar lojas para sua pesquisa ou para comprar o material, não leve as crianças.

Livrarias e papelarias são lugares cheios de atrativos que estimulam o consumo, levando muitos pais a gastarem mais do que precisam.

Sem contar o risco de pagar caro por itens com personagens queridos pelos filhos, mas que não têm nenhum benefício na comparação com produtos mais básicos.

9. Dispense as marcas famosas

Deixe de lado o apelo de franquias conhecidas e priorize a função do material escolar. Isso não significa que seus filhos não podem ter itens diferenciados, porque é possível customizar os produtos.

Papel contact, recortes e fitas coloridas são úteis nessa tarefa, que ainda rende momentos divertidos em família.

10. Negocie descontos à vista

Quase sempre dá para conseguir desconto no pagamento à vista, em dinheiro, débito ou Pix.

Mesmo que o comerciante anuncie o mesmo preço à vista e a prazo, ele pode retirar taxas de parcelamento, por exemplo, deixando a compra mais barata.

11. Fracione os gastos

Caso o orçamento esteja muito apertado, converse com professores e funcionários da escola para verificar quais itens serão usados no primeiro trimestre ou semestre, e dê preferência a eles.

O restante poderá ser comprado aos poucos nos próximos meses, diminuindo o impacto no bolso.

Vale a pena parcelar a compra do material escolar?

Depende do seu momento atual. Quem possui o valor para pagar à vista tem mais chances de conseguir bons descontos, mas o parcelamento pode ser a saída quando o valor do material escolar pesa demais no orçamento.

Afinal, como já comentamos, não faz sentido descobrir outras contas de início de ano para adquirir os produtos à vista, uma vez que o desconto pode ser menor do que os juros que você terá de quitar mais tarde.

No entanto, é preciso cautela na hora de parcelar suas compras, porque o valor adicional nos meses seguintes pode atrapalhar seu planejamento.

Além do mais, é muito importante pagar o valor total da fatura todo mês, evitando os juros do rotativo do seu cartão de crédito.

Resumindo: antes de parcelar o custo do material escolar, faça as contas para garantir que as parcelas cabem no seu bolso.

Planeje a compra de material escolar do próximo ano

Como adiantamos na introdução do texto, é natural lembrar das compras escolares só quando o início das aulas se aproxima. O problema é que os preços costumam subir nessa época por conta da alta demanda por esses itens.

Então, a dica é planejar e se antecipar. Sempre que puder, adiante a compra dos itens para novembro ou dezembro, usando, por exemplo, parte do seu décimo terceiro salário para arcar com essa despesa.

Dá até para ir comprando os produtos da lista do ano seguinte durante o período letivo, distribuindo os custos ao longo dos meses.

Assim, você aproveita a vantagem de pagar pelo material aos poucos, sem usar o limite do cartão de crédito ou correr o risco de cair no rotativo.

O propósito da Neon é diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 9

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO
Minutos
Segundos