Hora extra: entenda por que não é sinônimo de produtividade

Será que fazer hora extra é o jeito de ter mais produtividade no trabalho? Entenda como funciona e veja como não precisar de hora extra.
3 minutos de leitura
3 minutos de leitura
Mulher séria em frente a computador

Acredite se quiser: hora extra demais pode trazer o mesmo impacto negativo de dirigir bêbado.

É o que mostra um estudo repercutido pela Folha de São Paulo, com outros dados assustadores sobre os perigos de trabalhar demais.

Isso porque o cansaço e desgaste reduzem significativamente as respostas cognitivas dos colaboradores, resultando em maiores riscos de erros e acidentes.

Desta forma, por mais que as horas extras sejam tentadoras para sanar problemas financeiros, é preciso compreender seus limites e consequências.

Continue lendo para saber o que é hora extra e como ser mais produtivo sem precisar trabalhar mais.

O que é hora extra?

No contexto da administração organizacional, hora extra é a compensação financeira do período adicional trabalhado pelo funcionário.

Em outras palavras, trata-se do pagamento pelo tempo excedente que o funcionário dedicou as suas tarefas.

Vamos imaginar o seguinte exemplo: em um dia corrido, determinado operário teve que permanecer na empresa por nove horas, sem contar o tempo do almoço.

Considerando que sua carga diária é de oito horas, esse funcionário acumulará uma hora extra, que será paga junto ao salário.

Vale ressaltar que os acordos e convenções coletivas podem estabelecer regras referentes ao acúmulo de horas extras.

Como funciona a hora extra?

De modo geral, quando um funcionário excede o tempo de jornada diária, inicia-se a contagem de hora extra.

Esse controle dos horários é feito pelo setor de Recursos Humanos (RH), por meio do registro de ponto eletrônico ou manual.

Após determinado tempo, a equipe de RH disponibiliza o cálculo das horas acumuladas e o valor a ser incluído na folha de pagamento do mês seguinte.

Atenção: muitos contratantes optam por trabalhar ao mesmo tempo com horas extras e banco de horas anual.

Mesmo que ambas as modalidades sejam compensatórias, seu mecanismo de funcionamento é diferente.

No caso do banco de horas, o funcionário pode usar as horas para descanso, que serão descontadas da conta acumulada — o pagamento do saldo obtido é feito em dinheiro somente uma vez ao ano, no mês de “fechamento” do banco.

Já as horas extras são sempre pagas em dinheiro, sendo que o acerto é mensal e não é convertível em horas de descanso.

A partir de quantos minutos gera hora extra?

Conforme o artigo 58 da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), parágrafo 1º, variações de horário de até cinco minutos no registro de ponto não são consideradas como horas extras, desde que o limite total diário de dez minutos não seja excedido.

Igualmente, os acordos e convenções podem estabelecer um limite de tolerância diferente.

Equilíbrio entre vida pessoal e profissional: 7 segredos.

Estagiário pode fazer hora extra?

A Lei n.º 11.788/2008 não permite que estagiários realizem atividades além da carga horária informada no contrato.

Inclusive, as empresas podem ser autuadas caso seja comprovada a realização de horas extras pelos estagiários, até porque a prática poderá caracterizar vínculo empregatício.

Quantas horas extras posso fazer por dia?

O artigo 59 da CLT impõe o limite diário de duas horas extras.

Qual o valor da hora extra?

A CLT determina ao menos 50% de acréscimo do valor da hora habitual, sendo que os acordos e convenções coletivas podem definir porcentagem superior.

Além disso, determinados horários trabalhados garantem valores ainda maiores:

  • Adicional noturno para períodos entre 22h e 5h;
  • Adicional de fim de semana e feriado.

Como calcular a hora extra?

Em primeiro lugar, é preciso ter acesso ao número de horas acumuladas.

Em seguida, basta multiplicar pelo valor da hora extra informado pelo contratante. 

Por exemplo: para o funcionário que tiver cinco horas extras acumuladas e o valor for 1,5 da hora convencional, a empresa deverá pagar o equivalente a 7,5 horas “normais” de trabalho.

Nessa situação, se a hora trabalhada for R$ 20, o contratante irá pagar R$ 150.

Atenção: caso a empresa também adote a modalidade de banco de horas, deve-se seguir as regras do acordo/convenção coletiva — isso porque parte das horas trabalhadas vai para o banco e o restante para o pagamento de hora extra.

Como pagar hora extra?

As horas extras devem ser pagas na própria folha de pagamento do funcionário, sempre no mês seguinte ao fato gerador.

Fazer hora extra é ser produtivo?

A resposta é clara: a produtividade não está vinculada à quantidade total de horas trabalhadas, principalmente se o colaborador faz disso um hábito contínuo.

Isso porque jornadas profissionais excessivamente longas são prejudiciais à saúde do funcionário, impactando negativamente em sua qualidade de vida e rendimento no trabalho.

O desgaste excessivo com o trabalho pode facilmente levar os funcionários a quadros de transtornos psiquiátricos, como crises de pânico e síndrome de burnout.

A boa notícia é que existem diversas abordagens de produtividade que não envolvem trabalhar até altas horas da noite.

Veja algumas dicas para render de forma saudável:

  • Planeje sua jornada de trabalho com antecedência;
  • Use o método GTD para organizar as tarefas por prioridade;
  • Faça pausas estratégicas;
  • Amparo ao bem-estar financeiro dos funcionários por meio de bons planos de benefícios corporativos;
  • Saiba dizer “não” às atividades além de sua capacidade da equipe no momento.

Além disso, as horas de descanso devem ser respeitadas a todo custo.

Afinal, esse é o momento em que corpo e mente se recuperam e se restabelecem para o dia seguinte.

Gostou das nossas dicas de como incentivar a motivação no ambiente de trabalho?  

Então, leia também como ser mais produtivo: guia com dicas + ferramentas.

O propósito da Neon é diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 9

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.
NEON LOGO
Minutos
Segundos