Birôs de crédito: conheça os principais e saiba como funcionam

Você sabe o que são birôs de crédito? Entenda quais são as empresas que registram o histórico financeiro das pessoas e como funcionam.
6 minutos de leitura
6 minutos de leitura
Setas para cima e para baixo em fundos azul e laranja

Talvez você não esteja familiarizado com o termo “birôs de crédito”, mas com certeza conhece a expressão “nome no Serasa” ou “nome sujo”.

Registrar o “nome sujo” é uma das atribuições dos birôs, empresas responsáveis pela manutenção do histórico financeiro de pessoas e empresas no país.

Mas elas fazem muito mais do que negativar CPFs e CNPJs: ajudam a negociar dívidas, oferecem crédito, mantém um score (pontuação de crédito) de cada pessoa e empresa, etc.

Quer saber mais sobre os birôs de crédito?

Então, continue lendo e conheça essas empresas essenciais para a economia.

O que são birôs de crédito?

Birôs de crédito são empresas que registram o histórico financeiro de pessoas físicas e jurídicas.

Elas também são conhecidas como órgãos de proteção ao crédito e têm como representantes marcas famosas como SPC e Serasa.

Por serem poucas as empresas com essa função específica no mercado, o nome comercial se torna sinônimo de birô de crédito: muitas pessoas, quando são negativadas por dívidas atrasadas, dizem que estão “com o nome no Serasa”.

Para atuarem no mercado, os birôs de crédito precisam de uma autorização do Banco Central e devem seguir regras em relação à proteção e divulgação das informações. 

Graças a essas instituições, empresas podem consultar se um CPF ou CNPJ está negativado, ou seja, tem dívidas em atraso, antes de conceder o seu crédito.

Isso protege os negócios do risco de inadimplência e aumenta a segurança da economia de maneira geral. 

Problemas com inadimplência? Veja 5 dicas para conseguir pagar suas dívidas.

Quais são os birôs de crédito no Brasil?

O mercado de birô de crédito é enxuto e conta com apenas quatro empresas relevantes. Conheça cada uma delas:

Serasa

O Serasa é o birô de crédito mais conhecido do país e possui o banco de dados de pessoas e empresas mais completo.

Além de registrar o histórico de pagamentos dos brasileiros e ter o score mais usado no mercado, a empresa ainda oferece diversos outros serviços, tais como:

  • Monitoramento completo de CPF com opção de bloqueio de consultas ao score;
  • Ofertas e feirões para negociação de dívidas;
  • Concessão de crédito;
  • Carteira digital;
  • Cadastro Positivo.

Confira um guia completo sobre o que é o Serasa.

SPC Brasil

O Serviço de Proteção ao Crédito, ou simplesmente SPC Brasil, é um dos birôs mais antigos do país e faz parte da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Dessa forma, seu banco de dados tem informações enviadas por lojistas e comerciantes parceiros.

Atualmente, o SPC Brasil comercializa diversos pacotes de créditos para realizar consultas a CPFs e CNPJs em sua base.

Com o pacote mais básico, é possível verificar pendências em um CPF ou CNPJ e localizar uma pessoa ou empresa.

Já os pacotes mais avançados oferecem informações de renda presumida de pessoas, sugestões de limite de crédito, acesso ao quadro societário de empresas e dados detalhados sobre CPFs e CNPJs.

Além disso, o SPC Brasil ainda oferece o serviço de monitoramento de CPF ou CNPJ e um certificado digital.

Entenda aqui todas as diferenças entre SPC e Serasa.

Boa Vista

A Boa Vista é um birô de crédito nacional com dados de mais de 282 milhões de pessoas e empresas em sua base.

É uma organização mais focada em soluções B2B (Business to Business, ou seja, de empresa para empresa) e oferece os seguintes serviços:

  • Consulta detalhada de CPFs e CNPJs;
  • Negativação de clientes;
  • Sistemas antifraudes;
  • Cadastro Positivo;
  • Plataforma de análise de crédito para selecionar os melhores clientes.

Para o consumidor, a Boa Vista oferece a consulta de CPF, um score próprio, soluções de crédito e também negociações de dívidas por meio do parceiro Acordo Certo.

Quod

A Quod é um dos birôs de crédito mais novos do mercado, fundada em 2018 com o propósito de utilizar a inteligência de dados para aprimorar o mercado de crédito.

A empresa oferece soluções para análise de crédito de pessoas físicas e jurídicas, além de serviços antifraude e de cobrança automatizada.

Além disso, a Quod também disponibiliza um Cadastro Positivo para pessoas físicas que promove uma análise de crédito mais justa.

Para que servem os birôs de crédito?

A função dos birôs de crédito é registrar e armazenar dados de pagamentos de pessoas e empresas, listando CPFs e CNPJs que estão em situação de inadimplência.

Dessa forma, empresas que trabalham com a concessão de crédito podem consultar o banco de dados e avaliar o risco que cada cliente representa. 

Se você atrasar o pagamento de uma fatura, por exemplo, a empresa credora tem o direito de enviar seu nome para ser adicionado à lista de negativados de um birô — o famigerado “nome sujo”.

Assim, outras empresas terão acesso a essa informação e poderão negar crédito.

Isso não significa que os birôs agem “contra” os consumidores: a negativação também é uma forma de evitar que as pessoas se endividem ainda mais e fiquem com dívidas impagáveis.

Logo, o nome negativado é um alerta para quitar os débitos e organizar a situação financeira o quanto antes. Dessa maneira, toda a economia se beneficia.

Além disso, os birôs de crédito classificam a confiabilidade dos clientes por meio do score de crédito, uma pontuação atrelada ao CPF que revela a probabilidade de inadimplência de acordo com o histórico financeiro.

Por isso, os birôs de crédito desempenham um papel essencial para a segurança e credibilidade na economia.

Confira como limpar o nome sujo em 6 passos.

Como consultar os birôs de crédito?

Cada birô de crédito oferece um serviço de consulta de CPF e CNPJ para verificar se existem pendências associadas à pessoa ou empresa e checar o score.

Geralmente, é oferecida uma consulta gratuita, mais simples, e diversas opções de planos pagos para ter acesso a informações mais detalhadas, bloquear consultas e monitorar o CPF, por exemplo.

Na Serasa, por exemplo, você pode fazer a consulta rapidamente seguindo os passos abaixo:

  • Acesse a página de consulta de CPF online grátis;
  • Clique em “Consultar CPF”;
  • Se já tiver uma conta, faça login com seu CPF e senha. Se não, clique em “Criar uma conta” e preencha os dados (CPF, nome completo, data de nascimento, e-mail e senha);
  • Confirme que leu os termos e condições;
  • Pronto! Você terá acesso a um painel com seu Serasa Score detalhado, informações sobre eventuais dívidas pendentes, ofertas de crédito e muito mais.

Nos outros birôs de crédito, o processo é muito parecido:

Como faço para aumentar o score?

O score é seu “currículo financeiro” no mercado, é o que determina suas chances de conseguir crédito e outros tipos de contratos.

Na Serasa, por exemplo, a pontuação é classificada dessa maneira:

  • 0 a 300 pontos (vermelho — baixo): risco alto de inadimplência;
  • 301 a 500 pontos (laranja — regular): risco médio de inadimplência;
  • 501 a 700 (amarelo — bom): risco intermediário de inadimplência;
  • 701 a 1000 (verde — muito bom): risco baixo de inadimplência.

A boa notícia é que você pode tomar várias medidas para aumentar seu score e ampliar seu acesso ao crédito no mercado:

1. Fuja da negativação

Em primeiro lugar, se você quer ter um score alto, tem que evitar a negativação a qualquer custo.

Afinal, nada derruba mais a pontuação do CPF do que uma inscrição negativa nos birôs de crédito.

As empresas podem negativar seu nome assim que você atrasar um pagamento, mas, na prática, elas costumam fazer várias tentativas de cobrança antes de chegar a esse ponto.

2. Pague tudo em dia

O score é calculado com base nos seus hábitos financeiros, e um dos mais importantes é pagar todas as contas dentro do prazo.

Se você atrasa pagamentos por descuido, comece a usar estratégias como o débito automático e lembretes na agenda.

3. Vá com calma no crédito

Pagar seus parcelamentos e prestações em dia é positivo para o score, mas o excesso de dívidas no crédito pode prejudicar sua pontuação.

Por isso, tome cuidado ao comprometer seu orçamento com muitos empréstimos, parcelamentos de cartão de crédito e financiamentos, por exemplo.

4. Use o Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo é um currículo financeiro que mostra seu melhor comportamento para as empresas, como contas pagas em dia e movimentações bancárias.

Para saber se o seu cadastro está ativo, faça a consulta do CPF nos birôs de crédito.

5. Limite as consultas de crédito

O excesso de consultas ao seu CPF é um fator negativo para o score. Por isso, evite fazer muitas simulações de empréstimos e financiamentos.

6. Tenha uma boa relação com instituições financeiras

Por fim, o cálculo do score também leva em conta seu tempo de relacionamento com instituições financeiras e movimentações financeiras.

Então, procure manter relações de longo prazo com bancos, fintechs, corretoras e outras empresas do mercado financeiro, além de movimentar dinheiro de forma consistente.

Veja também 6 dicas para aumentar o score e melhorar a pontuação do CPF.

Entendeu o que são birôs de crédito, quais são os principais e como consultar seu CPF?

Veja também 5 dicas para ser aprovado no cartão de crédito Neon.

O propósito da Neon é criar caminhos por uma vida financeira melhor para todos os brasileiros. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.6 / 5. Número de votos: 8

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Picture of Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO