Diferença entre empréstimo e financiamento: qual é melhor?

Você sabe qual é a diferença entre empréstimo e financiamento? Entenda como funciona cada um deles e descubra o melhor para a sua situação.
6 minutos de leitura
6 minutos de leitura
Símbolos de interrogação e exclamação em post its amarelos em frente a fundo azul

Você sabe qual é a diferença entre empréstimo e financiamento? Resumidamente, são os dois principais tipos de crédito que as pessoas procuram para adquirir bens, fazer investimentos e realizar sonhos.

Você pode comprar uma casa ou um carro financiado, por exemplo. Já o empréstimo pode ser usado para comprar qualquer produto ou serviço, ou investir no que você quiser.

Entenda, a seguir, se vale mais a pena pegar um empréstimo ou financiamento para colocar seu projeto em prática.

Qual a diferença entre empréstimo e financiamento?

A diferença é que, no empréstimo, você pode usar o dinheiro para qualquer finalidade, enquanto o financiamento libera o crédito para a compra de um bem específico vinculado ao contrato, como um imóvel ou um veículo.

Além disso, o financiamento é o tipo de empréstimo com o maior prazo para pagamento.

Entenda melhor as diferenças abaixo:

O que é empréstimo?

Empréstimo é um contrato que você fecha com uma instituição financeira para receber um determinado valor em dinheiro e pagar de volta em médio ou longo prazo, com o acréscimo de juros.

Dessa forma, você consegue o valor que precisa para realizar algum objetivo pessoal, como investir em um negócio, fazer uma reforma ou pagar dívidas, e pode pagar em prestações mensais.

Os principais tipos de empréstimo são:

  • Empréstimo pessoal sem garantia: é o tipo mais comum, em que você contrata um valor específico com o banco sem precisar especificar a finalidade do dinheiro ou oferecer garantias. Por ter um risco maior, também tem as taxas de juros mais altas;
  • Empréstimo pessoal com garantia: nesse caso, você oferece um bem como garantia de pagamento do dinheiro emprestado, como um imóvel ou um veículo. Assim, a instituição financeira consegue reduzir os juros devido ao risco menor de inadimplência;
  • Empréstimo consignado: nessa modalidade, as prestações do empréstimo são descontadas diretamente da folha de pagamento de funcionários públicos, empregados privados e aposentados ou pensionistas.

Entenda quando contratar um empréstimo vale a pena.

O que é financiamento?

Financiamento é um tipo de empréstimo que permite comprar bens de valor mais alto, como imóveis e veículos, para pagar em médio ou longo prazo com cobrança de juros. Quando você não tem dinheiro suficiente para adquirir um bem mais caro, é a solução mais comum.

No contrato de financiamento, a garantia de pagamento é o próprio bem adquirido.

Dessa forma, se a pessoa não pagar as prestações conforme acordado, o bem pode ser tomado de volta pela instituição financeira (em último caso).

Essa condição é chamada de alienação fiduciária — daí o termo “alienado” quando um bem está financiado.

Os financiamentos mais comuns são os de imóveis e veículos, mas também é possível financiar cursos universitários, equipamentos industriais e até itens de tecnologia como celulares e computadores.

No geral, as instituições financeiras exigem uma entrada mínima de 10% do valor para financiar veículos e entre 10% e 20% para financiar imóveis.

Em relação ao prazo de pagamento, carros podem ser pagos em até 60 meses (5 anos), enquanto imóveis têm prazo máximo de 420 meses (35 anos).

Como fazer um empréstimo?

Para pedir um empréstimo, você deve seguir os passos abaixo:

  • Defina a quantia que você precisa e a quantidade de parcelas (ou um valor máximo de parcela que cabe no seu orçamento);
  • Escolha uma instituição financeira que ofereça o tipo de crédito que você procura e faça uma simulação no site da empresa. Nesse momento, observe a taxa de juros, os encargos e as condições de pagamento;
  • Quando chegar à oferta ideal, envie a solicitação de empréstimo. Se for um crédito pré-aprovado, você pode receber o dinheiro com uma simples confirmação no site ou app. Caso contrário, você deverá enviar alguns documentos e passar por uma análise de crédito;
  • Com a solicitação de empréstimo aprovada, o dinheiro será liberado na sua conta corrente para você usar como precisar;
  • Então, é só começar a pagar as parcelas na data acordada e ir fazendo os pagamentos em dia até o final do contrato, quando a dívida será completamente quitada.

Simule seu empréstimo pessoal Neon com as menores taxas.

Quando pedir um empréstimo?

O empréstimo é uma dívida com cobrança de juros e, por isso, sua contratação deve ser avaliada com cuidado.

Vale a pena recorrer ao crédito em algumas situações, tais como:

  • Quando você tem uma oportunidade de investir em algo que vai dar retorno, como um negócio próprio, ou fazer uma compra com condições muito atrativas;
  • Quando você precisa investir em algo que não pode ser financiado, como um curso livre — no caso da graduação, por exemplo, existem programas de financiamento estudantil como o FIES, que têm juros mais baixos do que empréstimos;
  • Quando você está acumulando dívidas com taxas de juros mais caras e tem a chance de quitar tudo com um empréstimo que cobra uma taxa mais barata — o famoso “trocar as dívidas caras por uma mais barata”;
  • Quando você recebe uma oferta de crédito muito vantajosa para realizar um projeto.

Além disso, é preciso que a oferta de crédito tenha uma taxa de juros justa e que as prestações caibam no seu bolso, ou seja, não comprometam seu orçamento mensal.

Banner com CTA para empréstimo pessoal Neon

Como fazer um financiamento?

Para fazer um financiamento, o processo é mais complexo, pois se trata de uma dívida de longo prazo que envolve uma compra de valor alto.

Veja o passo a passo para pedir um financiamento:

  • Escolha o bem que deseja adquirir, como um imóvel ou veículo, e verifique se ele pode ser financiado;
  • Selecione uma instituição financeira e faça a simulação do financiamento, informando qual bem será adquirido, qual será o valor da entrada e qual é o prazo de pagamento desejado. Então, envie sua proposta para análise;
  • A empresa vai solicitar uma série de documentos para analisar e aprovar seu financiamento, como documentos pessoais, comprovante de renda, documentos relacionados ao imóvel ou veículo, etc.;
  • Se a proposta for aprovada, você pode dar sequência à contratação do financiamento e assinar o contrato;
  • Com o contrato assinado, o dinheiro será liberado para a compra do bem (no caso, geralmente, para a empresa que está mediando o negócio, como uma imobiliária ou concessionária de veículos);
  • Pague o que for preciso de imediato, como taxas, pendências do veículo ou registro do imóvel, para começar a utilizar o bem;
  • Comece a pagar as parcelas do seu financiamento dentro do prazo, conforme acordado em contrato, até a quitação da dívida.

Quando fazer um financiamento?

Você deve fazer um financiamento quando quer adquirir um bem próprio ou fazer um investimento mais caro, mas não dispõe do dinheiro à vista e não tem como aprovar um empréstimo com o valor total desejado.

Veja alguns tipos de financiamento que são populares no Brasil:

Financiamento ou empréstimo: qual o melhor?

Como vimos, o financiamento e o empréstimo têm finalidades diferentes.

De modo geral, se existir uma linha de financiamento para o bem que você deseja adquirir ou para o investimento que deseja fazer, ela sempre será a opção mais vantajosa, uma vez que:

  • O valor total liberado é bem mais alto do que o do empréstimo;
  • O prazo de pagamento é mais longo;
  • A taxa de juros cobrada é menor do que a do empréstimo pessoal.

Do contrário, se não houver uma linha de financiamento específica ou for uma compra de valor menor, você deve buscar o tipo de empréstimo mais vantajoso para a sua necessidade.

Se você está buscando uma opção com juros menores, existe a alternativa do consórcio, uma modalidade de compra na qual um grupo de pessoas se une para formar uma poupança e adquirir bens como automóveis e imóveis.

A diferença entre financiamento e consórcio é que, no consórcio, não existe uma contratação de crédito imediata com juros.

Em vez disso, todos pagam um valor mensal à instituição responsável e o dinheiro vai sendo liberado para a compra do bem na forma de uma carta de crédito, seja por sorteio ou lances.

O que é consórcio de veículo? Vale a pena fazer um?

Dicas de organização financeira para empréstimo e financiamento

Agora que você sabe a diferença entre empréstimo e financiamento, confira algumas dicas para gerenciar e quitar dívidas:

Analise sempre o CET

Antes de fechar um contrato de empréstimo ou financiamento, analise sempre o Custo Efetivo Total (CET) da proposta, que é o valor total da dívida com a soma de juros, encargos e tarifas.

Se você olhar apenas para a taxa de juros, não terá uma noção exata do custo do crédito para comparar com outras ofertas.

Inclua a parcela nas despesas fixas do seu orçamento

Na hora de se organizar financeiramente para pagar seu empréstimo ou financiamento, lembre-se de incluir o valor da prestação nas suas despesas fixas do mês.

Se você ainda não planeja seu orçamento, baixe a planilha de gastos mensais da Neon e comece a colocar ordem na sua vida financeira.

Sempre que puder, amortize a dívida

Amortização é a redução do valor de uma dívida por meio de pagamentos fixos ou variáveis além da prestação acordada em contrato.

Logo, sempre que receber um dinheiro extra, você pode aplicar no seu empréstimo ou financiamento para reduzir a quantidade de prestações ou o valor das parcelas, dependendo das condições que a instituição financeira oferece.

Dessa forma, você facilita o pagamento da dívida e ainda ganha desconto em juros.

O que é amortização? Tipos, exemplos e como usar o FGTS.

Entendeu a diferença entre empréstimo e financiamento? Aproveite e descubra também como negociar dívidas e quitá-las.

O propósito da Neon é diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 12

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO
Minutos
Segundos