Veja como pagar dívidas no fim de ano com 5 dicas

Quer saber como pagar dívidas no fim de ano? Veja dicas para se organizar financeiramente sem deixar de participar das festas e presentes.
4 minutos de leitura
4 minutos de leitura
Calculadora, porquinho e caneta sobre fundo azul

Pagar dívidas no fim de ano é uma frase que arrepia o cabelo do trabalhador brasileiro.

Saiba que, com planejamento e disciplina, é possível deixar o saldo bancário no azul ao iniciar um novo calendário!

Neste texto, vamos ver como organizar melhor seus gastos e usar sabiamente o dinheiro do 13º salário.

Acompanhe até o final!

5 dicas para pagar dívidas no fim de ano

Férias, presentes de Natal, viagens em família… fim de ano significa gasto multiplicado, não é mesmo?

Confira agora as dicas para você quitar suas dívidas no fim do ano e não ter problemas:

1. Organize suas finanças

Antes de mais nada, é importante mapear a situação, portanto, a primeira dica é: faça o levantamento das suas finanças. Você precisa saber o valor de seus gastos e suas dívidas.

Vamos ser sinceros, essa etapa inicial pode ser muito confusa. Para facilitar a vida, você pode — e deve — utilizar uma planilhas de gastos mensais. Elas são excelentes ferramentas que facilitam o controle das despesas fixas, dívidas e fontes de renda.

2.   Estabeleça metas

Após entender quais são as dívidas de curto, médio e longo prazo, estabeleça as metas para quitar seu endividamento. Afinal, um objetivo bem claro é capaz de manter um atleta ou uma equipe focada no alvo.

Quer pagar dívidas no fim de ano? Calcule o quanto você precisa arrecadar para quitar seu endividamento neste prazo.

E atenção: trace sempre metas realistas! A partir do seu levantamento financeiro, estabeleça prioridades baseadas no quanto realmente cabe no seu bolso.

Uma vez definidos os objetivos financeiros, você poderá saber como reorganizar seus gastos para que você arrecade o dinheiro necessário!

3.   Fixe uma porcentagem máxima para pagamento de dívidas

Na hora de direcionar sua renda entre os gastos e as dívidas, existem algumas estratégias recomendadas. O método dos potes é uma delas.

Nesta prática, você divide seu salário em pequenos potes, sendo que cada um corresponde a uma categoria de despesa que irá consumir determinada porcentagem máxima da receita.

Para saber a porcentagem do salário destinada às dívidas, você pode combinar a “teoria dos potes” com o método 50-30-20.

Desta maneira, uma opção seria distribuir seu salário líquido em:

  • 50% para o “pote” dos gastos essenciais (aluguel, condomínio, supermercado, plano de saúde, escola dos filhos, etc.);
  • 30% para o “pote” dos gastos supérfluos (roupas novas, festas, delivery de comida, entre outros);
  • 20% para o “pote” das dívidas ou investimentos.

Claro que a porcentagem pode variar conforme as suas necessidades, mas a ideia é sempre priorizar os gastos essenciais.

Portanto, evite destinar a maior parcela do seu salário às dívidas, pois isso pode te levar… a mais dívidas!

Afinal, você criará dificuldades com os gastos essenciais. Então, em caso de grande acúmulo de dívidas, confira a nossa próxima dica.

4. Priorize as dívidas mais caras

A ideia é dar prioridade às dívidas que mais impactam no seu orçamento. Desta maneira, ao quitá-las, o suspiro de alívio será maior.

Perceba que a dívida mais agressiva não é a de maior valor, mas sim a que envolve maiores taxas! Ao identificar a presença de dívidas com juros que de fato não cabem no seu bolso, é hora de renegociar, como veremos a seguir.

5. Renegocie as dívidas

Procure instituições financeiras que ofereçam propostas de renegociação do endividamento. Por exemplo, analise as ofertas nos feirões de entidades de proteção ao crédito.

Um exemplo é o Limpa Nome do Serasa, no qual são divulgados descontos de até 90%.

Além disso, em casos de altos patamares de endividamento, é possível buscar linhas de crédito com taxas mais acessíveis e prazos flexíveis, como o empréstimo com imóvel como garantia.

Como estamos vendo, com muita organização, é possível virar o ano positivado. Para isso, você não precisa abdicar das alegrias da vida, como vamos ver a seguir.

Como pagar as dívidas no fim de ano e ainda comprar presentes de Natal?

A época de Natal é sempre sinônimo de eventos, sejam familiares, de amigos ou profissionais, e muitos presentes envolvidos.

Separamos algumas dicas para você participar das festas sem comprometer o orçamento:

Pesquisa de mercado para conseguir o melhor preço

Como diz o famoso ditado, a pressa é inimiga da perfeição. Pesquise bem, com calma, as diversas opções de presentes para encontrar a loja que oferece o melhor preço.

Pode parecer pouca coisa, mas vai fazer muita diferença na hora de pagar a fatura do cartão.

Faça você mesmo

Existem diversas opções de presentes que você mesmo pode fazer. Além de criativo, você irá adicionar um toque personalizado e especial.

Por exemplo, você pode montar enfeites ou um quadro com o escudo do time de futebol da pessoa ou um personagem de filme ou série que ela goste, enfim, use sua imaginação sem limites!

Veja aqui tudo sobre a tendência “Faça Você Mesmo”.

Proponha um amigo secreto

Esta é uma alternativa para reduzir bastante os gastos, pois você ficará responsável por presentear somente seu amigo secreto.

Lembre-se de conversar gentilmente com seus familiares, até para que eles entendam o momento pelo qual você está passando.

Dicas de organização financeira para evitar dívidas em 2024

Economizar nos presentes de Natal é uma maneira de começar bem o ano.

Separamos então algumas dicas para você manter firme a sua disciplina em 2024:

  • Elabore seu planejamento financeiro o quanto antes: assim, você já começa janeiro sabendo como manter as finanças em dia;
  • Busque educação financeira: o conhecimento sempre será seu melhor aliado. Entenda melhor como cuidar do seu dinheiro e ele deixará de ser seu inimigo. Confira o blog Neon para ficar sempre por dentro dos assuntos relevantes;
  • Evite parcelamentos excessivos no cartão de crédito para prevenir o acúmulo de dívidas;
  • Crie o hábito de poupar: assim que as dívidas amenizarem, você já pode começar a destinar aqueles 20% do método 50 — 30 — 20 para a sua reserva de emergência;
  • Envolva sua família: deixe todos cientes das necessidades do planejamento familiar. Aliás, trata-se de uma ótima oportunidade para educar financeiramente seus filhos.

Pagar dívidas no fim de ano pode ser um grande desafio, mas não é impossível. Com muita organização e planejamento, você pode colocar sua vida financeira em dia sem perder as comemorações!

O propósito da Neon é diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.1 / 5. Número de votos: 23

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO
Minutos
Segundos