Tipos de investimentos: conheça e escolha o melhor para você!

Conhecer os tipos de investimentos é essencial para multiplicar seu dinheiro. Veja quais são os principais e comece a investir.
8 minutos de leitura
8 minutos de leitura
Grupo de pessoas sorrindo ao ar livre com sol ao fundo

São tantos tipos de investimento no mercado que é normal não saber por onde começar. Por isso, se você quer colocar seu dinheiro para render, precisa conhecer os ativos de renda fixa e renda variável disponíveis para aplicação.

Dessa forma, você pode sair da poupança e explorar novas oportunidades para multiplicar seu patrimônio, como títulos públicos e privados, ações, fundos de investimento, etc.

Ficou curioso para conhecer os principais tipos de investimentos?

Então, continue lendo e aproveite nosso guia completo sobre o tema.

Quais os tipos de investimentos?

Os tipos de investimentos existentes no mercado financeiro se dividem em duas principais categorias:

  • Renda fixa: têm rentabilidade conhecida no momento da aplicação, permitindo uma maior previsibilidade do retorno. São os investimentos com risco menor e ganhos mais modestos;
  • Renda variável: não têm sua rentabilidade conhecida no momento da aplicação e estão sujeitos à volatilidade do mercado. Apesar de mais arriscados, são investimentos que podem trazer ganhos acima da média.

Dito isso, vamos conhecer os principais ativos de renda fixa e renda variável.

Tipos de investimentos de renda fixa

Veja quais são os principais investimentos de renda fixa disponíveis para começar sua jornada de investidor.

Poupança

A caderneta de poupança é o investimento mais conservador do mercado e o que oferece o menor retorno se compararmos com outros produtos de renda fixa.

A rentabilidade é calculada pelas seguintes regras:

  • Taxa Selic acima de 8,5%: rende 0,5% sobre o valor depositado + Taxa Referencial (TR);
  • Taxa Selic igual ou abaixo de 8,5%: rende 70% da Selic + Taxa Referencial.

O que é a taxa Selic? Entenda o impacto para o seu bolso.

Apesar da rentabilidade baixa, perdendo muitas vezes para a inflação, a poupança é escolhida pelos investidores menos experientes por ser fácil de usar e não ter Imposto de Renda.

Conta remunerada

A conta remunerada é uma opção de investimento em renda fixa que surgiu com os bancos digitais.

Nessa modalidade, o correntista obtém rendimentos atrelados ao CDI sobre o saldo da conta (ex.: 90% do CDI, 100% do CDI, etc.).

Geralmente, os ganhos são obtidos através de um RDB (Recibo de Depósito Bancária), um título de renda fixa emitido pela instituição.

Para quem está começando, é uma boa opção para não deixar o dinheiro parado.

Tesouro Direto

Tesouro Direto é o programa do governo federal que permite que qualquer pessoa invista em títulos públicos pela internet.

Esses títulos são considerados os investimentos mais seguros do mercado, pois são garantidos pelo próprio governo.

São oferecidas aplicações com rentabilidade prefixada, pós-fixada ou híbrida (taxa de juros + indicador).

CDB

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um título de renda fixa privado emitido por instituições financeiras.

Ao investir nesse produto, você empresta dinheiro à instituição e recebe juros como remuneração.

Geralmente, os CDBs pagam uma porcentagem do CDI (ex.: 90% do CDI, 100% do CDI), mas também podem ser prefixados ou atrelados à inflação.

Conheça o CDB Neon

O CDB Neon tem o melhor rendimento do mercado: até 113% do CDI com retorno progressivo.

Funciona assim: o dinheiro começa rendendo 100% do CDI e, a cada seis meses, esse rendimento aumenta até chegar a 113% do CDI — uma rentabilidade excelente, considerando que a média do mercado é de 100% do CDI para esse tipo de produto.

Outra grande vantagem do CDB Neon é que ele oferece liquidez diária, ou seja, você pode retirar seu dinheiro a qualquer momento sem perdas.

Além disso, você pode começar a investir com apenas R$ 1 e ainda conta com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que cobre até R$ 250 mil investidos por CPF.

Para completar, todo o dinheiro investido no CDB Neon pode virar limite de crédito com o Viracrédito Neon: o cartão de crédito aprovado na hora da Neon.

Assim, você tem um cartão de crédito para usar como quiser em compras à vista e parceladas com o limite do CDB, sem precisar mexer no dinheiro aplicado que vai ficar rendendo com a melhor rentabilidade do mercado.

LCI e LCA

LCI e LCA são as Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio.

Basicamente, são títulos privados que financiam dois setores essenciais para a economia brasileira: o agronegócio e o mercado imobiliário.

A LCI e a LCA chamam muita atenção dos investidores por serem isentas de Imposto de Renda, ao contrário dos CDBs e títulos do Tesouro Direto.

No entanto, são investimentos de longo prazo (vencimento entre 90 dias e 36 meses) e com aporte inicial mínimo mais alto (em média R$ 5 mil).

Fundos de renda fixa

Para quem quer investir em renda fixa de forma diversificada sem ter muito trabalho, é interessante buscar por fundos de investimento.

Eles funcionam como condomínios de investidores que se unem para aplicar seu capital em um portfólio composto por títulos públicos e privados diversos.

Dessa forma, cada investidor recebe um retorno proporcional à sua cota do fundo, enquanto os investimentos são administrados por um gestor profissional.

É importante ter atenção às taxas cobradas, como a taxa de administração e a taxa de performance, além do famoso imposto “come-cotas”, que consiste em uma antecipação do IR.

Tipos de investimentos de renda variável

A renda variável é composta por ativos negociados na bolsa de valores.

Veja quais são os principais.

Ações

Ações são pequenas frações do capital de uma empresa que dão direito à participação nos resultados do negócio.

Elas são negociadas na bolsa de valores e proporcionam retorno aos investidores de duas formas diferentes: por meio de ganhos de capital com a venda de ações e por meio de proventos, como dividendos e bonificações.

O preço das ações é determinado pela oferta e demanda, o que faz delas ativos de alta volatilidade.

Tipos de ações para investir

Existem alguns tipos principais de ações que podem ser negociados na bolsa de valores.

Conheça cada um deles:

  • Ações ordinárias (ON): são aquelas que dão ao acionista o direito ao voto em assembleia e participação nas decisões da empresa. Elas são identificadas pelo número 3 na bolsa de valores (ex.: CIEL3 e MGLU3);
  • Ações preferenciais (PN): são aquelas que dão preferência ao acionista na hora de receber remunerações concedidas pela empresa, como a distribuição de lucros. São identificadas pelo número 4 (ex.: PETR4 e ITUB4);
  • Ações small caps: são papéis de empresas com menor valor de mercado, mas que podem oferecer grande potencial de crescimento (ex.: startups) ;
  • BDRs: são os Brazilian Depositary Receipts, certificados de depósito que representam ações de empresas estrangeiras. Com eles, é possível investir em empresas como Apple, Disney e Amazon pela bolsa brasileira;
  • Cotas de ETFs: são os Exchange Traded Funds, ou fundos de índice, uma forma indireta de investir em ações por meio de fundos que espelham índices de bolsas de valores. É possível, por exemplo, investir em um fundo atrelado ao Ibovespa ou ao S&P 500.

Criptomoedas

Criptomoedas são moedas digitais protegidas por um sistema avançado de criptografia que permite negociações descentralizadas e seguras pela internet.

As mais famosas são o Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Binance Coin (BNB).

Da mesma forma que as ações, as criptomoedas podem ser compradas e vendidas em sistemas de negociação de corretoras e são ainda mais voláteis, enfrentando muitos altos e baixos no mercado.

Uma opção para quem quer investir nesses ativos, mas não tem conhecimento, é aplicar em fundos de criptomoedas que já são regulamentados no país.

Câmbio

Investir em câmbio significa, basicamente, aplicar dinheiro em operações que envolvem moedas estrangeiras como dólar e euro.

A forma mais simples de fazer isso é investindo em fundos cambiais, muito usados para proteger o patrimônio em caso de queda do preço do real frente às outras moedas.

Outra maneira de investir em câmbio é comprando contratos ou minicontratos futuros de dólar negociados na bolsa de valores.

Opções

As opções são contratos de renda variável que representam o direito de comprar ou vender um ativo no futuro.

Por exemplo, você pode comprar uma opção de venda de uma ação por um preço específico, caso tenha dúvidas sobre sua cotação no futuro.

Assim, se o preço do papel cair, você consegue utilizar a opção para vender as ações pelo preço determinado antes, evitando prejuízos.

Fundos de renda variável

Da mesma forma que no mercado de renda fixa, existem vários fundos de investimentos que aplicam em ativos de renda variável.

Veja algumas opções:

  • Fundos Imobiliários (FIIs): permitem ganhar com aluguéis e empreendimentos imobiliários sem precisar adquirir imóveis. O portfólio é composto por imóveis comerciais e residenciais, e títulos de crédito imobiliário;
  • ETFs: como vimos, são os chamados “fundos de índice” que “espelham” um indicador de mercado como o Ibovespa ou o Small Caps, rendendo o mesmo que esse benchmark entrega;
  • Fundos de ações: têm seu portfólio composto por no mínimo 67% de ações e ativos relacionados;
  • Fundos multimercado: combinam ativos de renda fixa e de renda variável para diversificar o investimento.

Qual o melhor tipo de investimento?

Para decidir qual o melhor tipo de investimento para você, é importante identificar o seu perfil de investidor.

Veja quais são os perfis que existem:

  • Conservador: investe principalmente em renda fixa, buscando segurança e ganhos menores a longo prazo para a proteção de patrimônio;
  • Moderado: procura equilibrar risco, liquidez e rentabilidade, investindo a maior parte em renda fixa e se arriscando em alguns produtos de renda variável;
  • Arrojado: é o investidor disposto a tomar riscos para conseguir ganhos acima da média, com mais de 40% do patrimônio alocado na renda variável.

Qual o melhor tipo de investimento para iniciantes?

Naturalmente, quem está começando a investir tem um perfil mais conservador e deve buscar aplicações de risco mais baixo.

Por isso, antes de tudo, é indicado que você monte uma reserva de emergência para imprevistos.

Esse dinheiro deve ser aplicado em um investimento de baixo risco e alta liquidez, como o CDB Neon, que é seguro e permite que o dinheiro seja resgatado a qualquer momento sem perdas.

Lembrando que você deve garantir, no mínimo, uma rentabilidade maior do que a da poupança.

Banner Com Cta Para Novo Cdb Neon

Após ter uma reserva suficiente, você pode diversificar o portfólio com cotas de fundos de investimentos e títulos públicos e privados, por exemplo.

Por fim, quando estiver mais experiente no mercado financeiro, pode partir para a renda variável, começando pela compra de ações ou cotas de fundos de ações.

Vantagens de investir em CDB

Se você ainda não se convenceu a investir em um CDB, confira as vantagens que esse produto financeiro oferece:

Baixo risco

O CDB é uma excelente opção de investimento para quem busca um produto tão seguro quanto a poupança, mas com uma rentabilidade maior.

Basicamente, o CDB tem apenas o risco de crédito da instituição financeira. Mesmo assim, se o banco quebrar, por exemplo, o FGC tem cobertura para investimentos de até R$ 250 mil por CPF.

Baixo investimento mínimo

Você não precisa ter muito dinheiro para investir em um CDB. Na realidade, com apenas R$ 1 já é possível iniciar suas aplicações no CDB Neon.

Dessa forma, você pode se programar para começar a aplicar aos poucos e ir formando sua reserva de emergência.

Alta liquidez

Existem muitas opções de CDBs com alta liquidez, ou seja, que permitem a retirada do dinheiro investido sem perdas em curto prazo.

Por exemplo, o CDB Neon tem liquidez diária, o que significa que você pode retirar os valores aplicados a qualquer momento.

Em outros casos, é possível retirar o dinheiro em alguns dias ou semanas.

Assim, você pode aplicar sua reserva de emergência sem receio de perder dinheiro com um resgate antecipado.

Também existem CDBs com prazos de vencimento mais longos, de meses até anos, que geralmente rendem mais.

Praticidade

Para quem acha investimentos complexos, saiba que o CDB é tão simples quanto a poupança.

Você só precisa selecionar o produto no app da instituição financeira, escolher o valor e tocar em um botão para confirmar o investimento.

No app Neon, por exemplo, você faz suas aplicações e acompanha os rendimentos do CDB na tela sempre que quiser.

Rentabilidade previsível

No CDB, você sabe quanto vai ganhar no final do investimento — e quanto mais tempo deixar o dinheiro aplicado, maior será o ganho financeiro.

O CDB Neon, como vimos, paga até 113% do CDI.

Rentabilidade e liquidez: o que são + diferenças entre eles.

Simule seu investimento no CDB Neon

A melhor forma de entender as vantagens do CDB Neon é simulando um investimento para ver quanto você vai ganhar.

Então, aproveite e use agora nosso simulador com o valor e o tempo de aplicação desejados.

Ficou claro quais são os tipos de investimentos e qual o melhor para começar? Conte com a gente para começar a investir e multiplicar seu dinheiro.

O propósito da Neon é diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 10

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Picture of Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO