Seguro prestamista: o que é, como acionar e quem tem direito?

Você sabe o que é o seguro prestamista? Entenda como pode ser usado para garantir o pagamento de dívidas, como é feito e como acionar.
4 minutos de leitura
4 minutos de leitura
Celulares sobre fundo amarelo com calculadora aberta na tela

Perder o emprego e não conseguir quitar as dívidas: saiba que essa temida situação pode ser amenizada com a contratação de um seguro prestamista.

Assim como os demais tipos de seguro, essa modalidade tem crescido consideravelmente desde o período pandêmico. Afinal, a crise econômica e as perdas pessoais reacenderam a demanda por proteções financeiras.

Segundo dados do relatório da Confederação Nacional das Seguradoras (CNSeg) do ano de 2022, houve um aumento de 16,2% na arrecadação total do setor de seguros.

Confira agora tudo sobre o seguro prestamista: como é feito, como acionar e muito mais!

O que é seguro prestamista?

O seguro prestamista é uma modalidade de proteção contra riscos que garante indenização em casos de impossibilidade de pagamento de determinados tipos de dívidas.

Conforme o acordo estabelecido, o segurado se compromete a pagar um valor específico mensal para a seguradora, sendo que as peculiaridades referentes a custos e extensão de cobertura dependem do plano adquirido.

Com o acionamento do seguro, a empresa contratada efetuará o pagamento do valor combinado.

De modo geral, esse seguro cobre certas situações que afetam o beneficiário, como:

  • Invalidez temporária ou permanente;
  • Falecimento;
  • Perda de renda comprometedora;
  • Demissão.

Nós nunca esperamos que situações ruins assim aconteçam em nossa vida, não é mesmo?  No entanto, preparar-se para qualquer circunstância é o segredo para garantir segurança financeira para você e sua família, haja o que houver.

Leia também: Seguro-desemprego: guia para tirar todas as dúvidas

Para que serve o seguro prestamista?

O seguro prestamista serve para garantir a proteção financeira do contratante em casos de imprevistos e fatalidades que impeçam a quitação de suas dívidas.

Uma de suas maiores funções é prover a estabilidade para o orçamento familiar durante períodos difíceis da vida. Assim, no âmbito pessoal, trata-se de uma medida que traz uma boa dose de tranquilidade diante do comprometimento com o sustento da família. 

Afinal, ao acionar o seguro, o contratante se resguarda das sérias consequências de inadimplência das dívidas, como a perda de patrimônio e a restrição de crédito.

Além disso, o seguro possui impactos em termos macroeconômicos: ao atuar na prevenção dos altos índices de inadimplência, contribui-se para a redução das turbulências no padrão de consumo dos brasileiros.

No entanto, por maiores que sejam as vantagens, deve-se lembrar que essa modalidade de seguro não é obrigatória para a aquisição de linhas de crédito.

Ou seja: ao adquirir algum empréstimo ou financiamento, você não precisa contratar o seguro prestamista.

Desconfie se alguma instituição financeira impuser a contratação do seguro: essa é uma prática irregular de venda casada!

Como pagar as dívidas se estou desempregado? Guia completo.

Como funciona o seguro prestamista?

O funcionamento do seguro prestamista é semelhante ao padrão dos seguros convencionais: se houver a ocorrência de uma das situações previstas em contrato, o beneficiário terá direito de solicitar a indenização combinada.

No caso específico do seguro prestamista, o acionamento envolve eventos que comprometam a continuidade do pagamento das dívidas do beneficiário.

De maneira geral, as opções possibilitam a amortização, quitação ou pagamento de específico número de parcelas de:

Caso haja a quitação antecipada da dívida, o seguro deixa de ser válido. Nesse cenário, o beneficiário deve informar a instituição financeira para que seja feito o cancelamento contratual.

Vale ressaltar que todas as características do plano contratado estarão listadas na apólice do seguro.

Além disso, esse documento oficial descreve todas as cláusulas contratuais referentes aos valores a serem pagos e recebidos.

Qual o valor do seguro prestamista?

Os valores envolvidos no seguro prestamista são definidos no momento da contratação, com base nas demandas específicas do cliente.

Geralmente, a quantia depende de informações como:

  • Modalidade da dívida a ser coberta;
  • Número de prestações;
  • Montante do endividamento;
  • Fator de risco do contratante, como idade, estabilidade financeira e existência ou não de problemas de saúde.

Com base nas suas necessidades, as instituições financeiras elaboram propostas, sendo que cabe ao cliente avaliar quais as opções são mais adequadas ao seu orçamento pessoal.

Dessa forma, existem seguros que vão de poucas centenas até vários milhares de reais.

Como receber o seguro prestamista?

Para solicitar o pagamento, é preciso que o beneficiário ou representantes legais entrem em contato com a instituição seguradora

Conforme as diretrizes específicas de cada empresa, será necessário apresentar determinadas documentações que comprovem o ocorrido.

De maneira geral, é comum que a seguradora solicite:

  • Contratos e comprovantes das dívidas seguradas;
  • Cópia e original da apólice do seguro;
  • Comprovação da existência da situação coberta pelo seguro, como atestados médicos, certificado de óbito, etc.

Uma vez aprovada a documentação, a seguradora efetua o pagamento diretamente à instituição que concedeu o crédito. 

Vale ressaltar que, nos casos em que a apólice possua valor superior à dívida, a diferença será devolvida ao contratante ou aos beneficiários secundários incluídos no contrato. 

Por exemplo: se você contratou uma cobertura com valor de R$ 20 mil, mas sua dívida estava em R$ 10 mil no momento do acionamento, você receberá mais R$ 10 mil de volta. 

Para o recebimento da quantia, será preciso informar seus dados bancários e aguardar o período mencionado pela seguradora.

Como calcular a devolução do seguro prestamista?

O beneficiário tem o direito de rescindir o contrato do seguro a qualquer momento. Essa é uma situação muito comum em casos em que o contratante adquire condição financeira mais confortável e estável.

Com o cancelamento, será possível solicitar a devolução dos valores mensais previamente quitados.

Para calcular o valor total, é preciso consultar as cláusulas específicas da apólice.  Na maioria dos casos, a quantia a ser recebida é determinada pela tabela de curto prazo.

Nesse documento, estão listadas as porcentagens de devolução com base nas parcelas já pagas. Normalmente, quanto maior o tempo de seguro transcorrido, menor será a restituição devida.

Como saber se tenho seguro prestamista?

Muitas instituições financeiras disponibilizam a aquisição opcional do seguro prestamista no momento de fechar um contrato de empréstimo. Assim, o primeiro passo para saber se você está segurado é conferir o documento oficial de aquisição de crédito.

Caso você não tenha o contrato em mãos, pode consultar a existência de seguro diretamente pelo portal online do Banco Central (BC). Se a proteção existir, você conseguirá solicitar uma cópia da apólice.

Além disso, se você identificar a existência de um seguro sem sua autorização, o portal online também permite solicitar o cancelamento das cobranças indevidas.

Como cancelar o seguro prestamista?

Como mencionamos anteriormente, é possível cancelar o seguro a qualquer momento.  Para isso, é preciso que o beneficiário entre em contato com a seguradora e apresente as documentações exigidas, como a apólice original e alguns documentos pessoais.

Na sequência, a empresa iniciará os procedimentos para formalizar o cancelamento. Uma vez encerrado o seguro, você poderá solicitar também a restituição, segundo as regras combinadas.

Lembre-se de guardar o comprovante de cancelamento do seguro, para resguardo de possíveis questionamentos. 

O seguro prestamista é uma das ferramentas mais utilizadas para garantir tranquilidade financeira e para evitar inadimplência de dívidas. Siga nossas dicas e avalie se essa é a melhor opção para suas necessidades!

Aprenda também em 7 passos como sair das dívidas e poupar dinheiro.

O propósito da Neon é criar caminhos por uma vida financeira melhor para todos os brasileiros. A educação financeira é um dos principais pilares para fazer isso acontecer, por isso estamos aqui para te acompanhar em sua jornada com as finanças.

Este artigo foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo

Média da classificação 3.8 / 5. Número de votos: 19

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Picture of Time Neon
Time Neon
Um time de pessoas dedicadas a diminuir desigualdades, mostrando caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Você também pode se interessar

NEON LOGO